Volume de transações de DeFi em exchanges descentralizadas salta 550% em 2021, revela Chainalysis

As exchanges descentralizadas (DEX) estão crescendo no mercado cripto e ultrapassando as exchanges centralizadas, de acordo com um novo relatório da Chainalysis.

Segundo o documento, publicado nesta terça-feira (9), entre agosto de 2020 e 2021, o volume negociado por grandes DEXs, como Curve, Uniswap e PancakeSwap, cresceu cerca de 550%.

Crescimento em valor recebido entre agosto de 2020 e agosto de 2021 por segmento de mercado

“Os dados mostram que o número de DEXs e corretoras de balcão aumentou significativamente desde 2019. As plataformas de derivativos também estão crescendo modestamente. As exchange centralizadas e de alto risco, por sua vez, viram seus números cair ligeiramente após os aumentos iniciais.”

Por outro lado, o relatório mostra que o número mensal de exchanges de criptomoedas ativas caiu para 672 em agosto de 2021 de um pico de 845 em agosto de 2020.

Exchanges descentralizadas crescem 

De acordo com o relatório, o valor total recebido por DEXs cresceu de cerca de US$ 10 bilhões em julho de 2020 para US$ 368 bilhões em maio. Em setembro de 2021, o valor ficou um pouco abaixo de US$ 143 bilhões.

As descobertas da empresa mostraram que, conforme a competição pelo câmbio de criptomoedas se intensificou, o mercado de criptomoedas favoreceu as exchanges com alta inovação e escalabilidade:

“As DEXs se tornaram extremamente populares. Isso coincide com o crescimento explosivo da categoria DeFi em geral.”

Existem agora mais de US$ 274 bilhões fluindo em aplicativos DeFi.

Para a análise, a Chainalysis separou as plataformas em seis categorias: exchanges centralizadas, DEXs; exchanges de alto risco com pouco requisito de KYC; corretores de balcão (OTC) e bolsas de derivativos.

Então, a empresa constatou que o número de grandes DEXs e o valor recebido aumentaram muito desde agosto de 2020.

“Vemos que os usuários DEX realizam transações muito maiores do que os usuários de exchanges centralizadas. Provavelmente, DeFi também é mais popular em países com mercados de criptomoedas maiores e mais estabelecidos, que também tendem a ser países mais ricos.”

Exchanges centralizadas

Além disso, o relatório observou que, apesar do crescimento das DEXs, as grandes plataformas centralizadas seguem sendo importantes:

“À medida que a adoção da criptomoeda cresce, a maioria dos novos usuários vai adquirir sua primeira criptomoeda por meio de exchanges centralizadas. Afinal, esses são os serviços mais fáceis de trocar moeda fiduciária por diferentes tipos de criptomoeda.”

Por fim, o relatório acrescentou que as plataformas centralizadas oferecem a mais ampla variedade de ativos. Isso as mantém atraentes para os traders mais ativos.

Leia também: Bitcoin atinge recorde de R$ 35 bilhões em investimentos institucionais

Leia também: CEO do Discord anuncia integração com Ethereum via MetaMask

Leia também: Santa Catarina usa blockchain para evitar inconsistências em novo documento com número único para RG e CPF

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.