5 tokens estão na mira da Coinbase e podem disparar em breve

O “Efeito Coinbase” é um fenômeno já conhecido no mercado de criptomoedas, e pode afetar alguns tokens em breve. O trader Guy, que administra o canal Coin Bureau, gravou um vídeo explicando como isso pode acontecer.

Ele mencionou alguns projetos que receberam investimentos do Coinbase Ventures, braço de venture capital da exchange estadunidense. E este pode ser um primeiro passo para a listagem na plataforma.

Caso os tokens sejam listados, um estudo da Messari estima que uma valorização média de 91% costuma ocorrer nos 5 dias após o evento.

Efeito Coinbase na valorização dos tokens

O chamado “Efeito Coinbase” já foi abordado pelo CriptoFácil. Em abril, a empresa de análise de dados Messari analisou 113 listagens de tokens em seis exchanges: Coinbase, Binance, FTX, OKEx, Kraken e Gemini.

Em média, os preços das criptomoedas listadas na Coinbase se valorizam seis vezes mais do que nas outras exchanges. Nos primeiros 5 dias após a listagem, esta valorização pode atingir o valor médio de 91%.

Ao serem listadas em exchanges populares, esses tokens adquirem mais mercado e tendem a aumentar seus volumes de negociação. Sendo a maior exchange dos Estados Unidos, a Coinbase está numa excelente posição para causar esses efeitos.

Caminho até a listagem

A Coinbase Ventures tem como objetivo investir em startups que sejam promissoras no mercado de criptomoedas.

Entre seus investimentos estão startups dos mais diversos setores, como BlockFi, Compound, Messari e outras. A divisão também investe em empresas e projetos que emitem seus próprios tokens.

Na avaliação do trader, esse investimento é o primeiro passo para uma listagem direta. Ele destaca que os projetos investidos pela Coinbase geralmente listam seus tokens na plataforma da empresa.

Ele citou como exemplo alguns tokens que já estão na plataforma, como o já citado Compound, Synthetix (SNX) e o Polygon (MATIC).

Outros projetos que receberam investimentos da Coinbase também podem ter seus tokens listados. Em seu vídeo, Guy cita o caso dos seguintes tokens como possibilidades de listagem:

  • Reserve Rights Token (RSR);
  • Near (NEAR);
  • Audius (AUDIO);
  • DODO exchange (DODO).

Ele destaca que, além de já investir nos projetos, a Coinbase possui toda a infraestrutura para listar os tokens. Por isso, o processo tende a ocorrer sem grandes dificuldades.

“A Coinbase já tem a infraestrutura necessária para armazenar, depositar e retirar com segurança as moedas e tokens. Tudo que precisam é integrar a arquitetura da carteira com o mecanismo de troca ou UI (interface do usuário)”, explicou.

Além da exchange e do venture capital, a Coinbase recebe tokens através de seu serviço de custódia, o Coinbase Custody. Alguns tokens já recebem suporte de custódia, mas não estão listados na exchange.

Leia também: Criptomoedas meme estão encarecendo taxas do Ethereum, diz analista

Leia também: Vai ser difícil tirar o Bitcoin como reserva de valor, diz lendário investidor

Leia também: Inflação de abril aumenta como esperado e juro real permanece negativo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.