Ações Baratas ou Ações Caras

Preço das AçõesSaiba como distinguir as ações baratas das ações caras. Invista dinheiro em ações com potencial de crescimento. Comece a gerar mais-valias neste mercado financeiro!

Investir na bolsa é dos tipos de investimentos que hoje em dia muitos pequenos investidores estão interessados em começar a aplicar o seu dinheiro, porque além de oferecer um bom retorno a médio ou longo prazo, os custos de investir são cada vez menores. No entanto, no momento de comprar ações é importante saber se a sua cotação está barata ou é cara, de forma a obter a rentabilidade desejada. Por isso, neste artigo você pode encontrar várias dicas sobre como distinguir entre uma ação que está boa para comprar e outra ação que está no momento certo para vender. Continue lendo para saber como investir com sucesso na bolsa.

Como distinguir ações para comprar de ações para vender

Uma das frases mais populares nos mercados financeiros relacionada com este tema é a seguinte: “um investidor de longo prazo é um investir a curto prazo que se enganou”. Esta frase é bem clara e refere-se ao facto do investidor ter comprado ações, com a perspetiva de obter mais-valias a curto prazo, mas como não soube usar as ferramentas de análise técnica ou entrou no momento errado, foi obrigado a mudar a sua estratégia de venda para o longo prazo, de forma a ganhar dinheiro.

Hoje em dia através das principais corretoras você pode comprar ações das principais empresas em todo o mundo. Quer esteja em Portugal, no Brasil ou em outra parte do mundo, pode investir em praticamente todas as bolsas de valores. É possível comprar ações a menos de 15 cêntimos, enquanto outras ações superam os 100 euros ou mais. Você pode investir nas ações que fazem parte do índice PSI20 (Portugal), NASDAQ (EUA), NYSE (EUA), BOVESPA (Brasil), IBEX 35 (Espanha), entre outros índices bolsistas de vários países, de forma a ganhar exposição a diferentes economias.

Nos mercados financeiros norte-americanos também é possível encontrar os chamados penny stocks, que são ações de empresas cotadas com pouca capitalização, que têm preços muito baixos, cotadas fora dos mercados regulados, o que confere a estes ativos financeiros um alto risco, além de serem muito voláteis, especulativos e têm pouca liquidez. Por isso, não são recomendados para investidores com pouca experiência.

Como analisar o preço das ações

Este conceito básico no investimento pode ser um verdadeiro quebra-cabeças para muitos investidores iniciantes, que cometem o erro de principiante, de confundir o preço de um ativo com o seu valor. Muitos pequenos investidores chegam a pensar que quando uma ação possui uma cotação inferior a 1 euro, é uma ação barata, mas isso não passa de um grave erro. Pode acontecer muitas vezes que se trate de ações de empresas que tiveram problemas com os seus resultados e investimentos, perdendo valor na sua cotação, que no final demonstra uma má situação técnica ou financeira. A variação de uns cêntimos na cotação deste tipo de ações pode gerar grandes ganhos ou perdas, pelo que são ótimas para especuladores e traders, que negoceiam diariamente nos mercados financeiros.

Para ganhar dinheiro neste mercado financeiro você tem que comprar ações quando o preço está baixo e vender quando está alto. Para descobrir se o valor das ações está barato ou caro, e também para encontrar bons pontos de abertura de posições de compra, nós usamos as seguintes estratégias:

  • Análise técnica – Através deste tipo de análise, você só tem que usar o gráfico das ações das empresas em que está interessado em investir. Escolha pelo menos 5 empresas com futuro, capacidade de liderar o mercado ou que tenham algum produto inovador. A partir dai, você deve utilizar os gráficos para encontrar tendências e pontos de suporte e resistência. Desta forma, além de poder analisar a tendência do ativo para o longo prazo, também poderá encontrar bons pontos para comprar ou vender ações.
  • Análise fundamental – A análise fundamental é o tipo de análise utilizada pelos investidores para conhecer a empresa ao pormenor e para saber o seu valor intrínseco. A ideia principal é que os mercados não são eficientes e desta forma, existem ações que estão baratas ou caras, nunca estando ao preço justo de mercado. No entanto, não é preciso esquecer que as empresas vão crescer – assim se espera. Para determinar o valor real das ações são utilizados vários dados, como o lucro por ação, o rácio preço-lucro, o cash flow da empresa, o pagamento de dividendos, o produto do dividendo, entre outros valores.

Como pode ver, o conceito de barato ou caro é algo muito subjetivo e só uma boa comparação entre ativos com caraterísticas similares, vai permitir que possa encontrar as oportunidades mais rentáveis neste mercado financeiro. Para você estar atento a todas as novidades e melhorar o seu conhecimento sobre investir na bolsa, sugerimos que você aceda ao www.investirnabolsa.pt e leia os artigos de elevada qualidade disponível para investidores com ou sem experiência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.