STX Traders atrasa saques e clientes desconfiam de golpe

Mais uma plataforma é suspeita de aplicar um suposto golpe em seus usuários. Desta vez é a STX Traders Corporation, que teria iniciado suas operações em 2019.

A STX se define como uma plataforma que automatiza negociações e arbitragem entre corretoras. O objetivo seria encontrar o melhor preço para compra e venda de Bitcoin, auferindo lucro ao usuário.

Recentemente, clientes começaram a reclamar de saques não processados, o que levantou desconfiança de um possível golpe em andamento.

Altas taxas e sistema de indicações

A STX não solicita nenhuma verificação de identidade (KYC, na sigla em inglês) dos usuários. O valor mínimo para operar na STX é de 0,002 Bitcoins, ou cerca de R$ 584 na cotação atual.

O que chama a atenção na companhia é que não há promessa de rentabilidade garantida. Pelo contrário, ela alerta que os lucros podem ser variáveis.

“Esse percentual de lucro, se positivo, pode variar de 1% a 5% dependendo da oscilação do mercado no momento do processamento da arbitragem”, afirma a exchange.

Contudo, a plataforma cobra altas taxas para as operações lucrativas. A STX fica com 50% de todo o lucro dos usuários na plataforma. Outros 15% vão para os “indicados” que o usuário manda para a plataforma.

Ou seja, apenas 35% do lucro vai de fato para a pessoa que fez as operações.

O sistema de indicações também é alvo de suspeitas. Esse tipo de artifício costuma ser comum em esquemas de pirâmides. No caso da STX, as indicações são remuneradas nos seguintes níveis:

  • 1º Nível: 8% do lucro (indicação direta);
  • 2º Nível: 5% do lucro (indicação indireta);
  • 3º Nível: 2% do lucro (indicação indireta).

Por fim, a plataforma não possui limite mínimo ou máximo de saques. A taxa de saque é fixada em 0,0005 Bitcoins, o equivalente a cerca de R$ 130 na cotação atual.

Atraso de saques

Mesmo sem limite de saque, a STX tem recebido diversas reclamações dos usuários brasileiros. Segundo o Reclame Aqui, são 15 reclamações de várias partes do país. Todas elas estão marcadas como “não respondidas” na plataforma.

Uma das reclamações é a respeito do atraso nos saques. Segundo um usuário, a empresa não teria sequer adicionado as transações na blockchain.

“Tentei sacar Bitcoins e não processa, também não aparece nenhum link da hash. Deve ser mais um [Editado pelo Reclame Aqui]. Mas onde denunciar a stx traders? (sic)”, pergunta o usuário.

Outros reclamam do prazo dado pela empresa, que seria de 24 horas. Entretanto, o atraso nos saques seja a ser quatro vezes superior a isso.

“A STX em sua política de operação diz que o prazo para compensação de saque na conta do cliente é de até 24 horas. Todavia, no meu caso já dura 96 horas e a solicitação não foi atendida por parte da STX”, disse a pessoa.

O site da STX não possui qualquer e-mail de contato. O único chat de suporte é apenas em inglês, o que dificulta a comunicação para muitos brasileiros.

O CriptoFácil tentou contato com a empresa por meio do suporte, mas não obteve retorno até o fechamento desta matéria.

Leia também: Além do Bitcoin: 5 ETFs mais inusitados que existem no mercado

Leia também: Binance inicia venda de ações de Apple, Microsoft e MicroStrategy

Leia também: Regulamentação de criptomoedas: conheça os projetos em curso no Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.