Setor financeiro e commodities dominam ações mais recomendadas para setembro

As ações do setores financeiro e de commodities dominam as indicações dos analistas para setembro. Elas correspondem a quatro das cinco principais ações da Carteira Valor, elaborada mensalmente pelo site Valor Investe.

O levantamento reúne as 10 ações mais indicadas pelas corretoras participantes. Ao todo, são 19 corretoras que escolhem, mensalmente, cinco papéis que elas acreditam que vão se valorizar no mês. Em seguida, os papéis são classificados de acordo com a quantidade de indicações.

Por exemplo, a ação da mineradora Vale (VALE3) foi escolhida a favorita da carteira por sete meses consecutivos. Em setembro, porém, o ativo perdeu o primeiro lugar para a ação do Itaú Unibanco (ITUB4). O maior banco do Brasil foi indicado como favorito por sete das 19 corretoras, deixando a Vale em segundo lugar com seis indicações.

Ações mais indicadas para setembro na Carteira Valor. Fonte: Valor Investe.

Setor financeiro de olho no Banco Central

Juntamente com o Itaú, as ações do Bradesco (BBDC4) e B3 (B3SA) completam a participação do setor financeiro. De acordo com os analistas, o setor vive as expectativas da próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que ocorrerá nos dias 21 e 22 de setembro. Na reunião, o Copom decidirá se a taxa Selic será novamente elevada ou não.

Simultaneamente, a decisão pode impactar no mercado de capitais e, logo, nas ações da B3. Caso a taxa Selic aumente, a renda fixa começa a ficar mais atrativa. No entanto, os analistas apostam na continuidade do desenvolvimento do mercado de capitais brasileiro.

Nesse sentido, a B3 não encontra concorrência, visto que é a única bolsa a operar no Brasil. A empresa também possui baixa necessidade de investimento e forte geração de caixa, o que deve resultar em pagamento de bons dividendos aos acionistas.

Petróleo, gás e varejo

Por fim, dois setores ganharam participações distintas na lista de recomendações para setembro. O maior peso está nas ações de empresas de petróleo e gás, que corresponde a 30% da lista. Os papéis da Petrobras (PETR4) foram mantidos, enquanto os papéis da Vibra/ex-BR Distribuidora (BRDT3) e PetroRio (PRIO3) foram adicionados.

As duas últimas foram consideradas de perfil menos arriscado e com maior potencial de valorização do que a gigante estatal. Dessa forma, servem como opções mais defensivas de exposição a esse setor.

Por fim, o setor de varejo foi o mais prejudicado na nova lista, tendo apenas as ações das Lojas Renner (LREN3) como representante. Já a Via (ex-Via Varejo – VIIA3) foi removida da carteira, assim como a Usiminas (USIM5), BTG Pactual (BPAC11 e JBS (JBSS3).

Leia também: Brasileiros negociaram R$ 7,6 bilhões em Bitcoin em agosto; 40% a mais que em julho

Leia também: Anonimato em negociações de criptomoedas não será uma opção, diz Banco Central

Leia também: Estudante de medicina é acusado de operar pirâmide que deixou prejuízo de R$ 7 milhões na Bahia 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.