Nvidia distribuirá programa para criação de ativos no metaversos

A fabricante global de placas Nvidia resolveu entrar de vez no Metaverso, conforme revelou a Reuters, através do programa Omniverse. O software desenvolvido pela empresa permitirá a construção de ativos voltados exclusivamente para o mundo virtual.

Dessa forma, a empresa não terá um produto ou NFT para venda, mas pretende ajudar artistas e criadores de conteúdo a desenvolver seus projetos. Para isso, o Omniverse será distribuído de forma gratuita pela empresa.

O Metaverso é um conceito que descreve a próxima geração de conteúdo da Internet, por meio do qual os usuários poderão interagir com objetos e outras pessoas. Tecnologias como a realidade virtual, a realidade aumentada, os tokens não fungíveis (NFT) fazem parte do conceito do Metaverso.

Construindo o Metaverso – de graça

Entre as grandes empresas, a tendência é a criação de seus próprios Metaversos, como fizeram Adidas e Meta, por exemplo. Por meio dessas ferramentas, as empresas buscam interagir com seus usuários e sair na frente da corrida pela inovação.

A Nvidia também resolveu seguir essa tendência, contudo optou por um caminho diversos. Para estar no Metaverso, as pessoas e empresas precisarão de bons programas nos quais desenvolver estes mundos. E é aí quem entra o Omniverse.

O programa tem como foco a construção de mundos virtuais e produtos que enriquecem a experiência do usuário no Metaverso. Atualmente, o preço da licença anual do Omniverse é de US$ 90 mil, ou R$ 512 mil na cotação atual. Porém, a Nvidia pretende distribui-lo de graça.

Artistas e criadores de conteúdo do Metaverso terão acesso a licença gratuita, enquanto as empresas continuarão com a versão paga. Assim, os usuários poderão criar ativos ou mundos que possam ser vendidos posteriormente.

Além disso, a empresa anunciou uma série de parcerias com vários mercados orientados para o compartilhamento de conteúdo relacionado ao Metaverso. Já o Omniverse em si está ativo: os artistas Daz3D, Atorcore e Plantcatalog lançarão suas coleções através do programa em breve.

NVIDIA e a indústria do blockchain

De acordo com vários analistas, o Metaverso será uma indústria dominante a médio prazo. O analista Aaron Rakers observa que as ferramentas de desenvolvimento de produtos para o Metaverso podem construir um mercado de US$ 10 bilhões dentro de cinco anos.

Por isso, a atitude da Nvidia não é apenas um gesto de solidariedade e apoio ao mercado. Ao distribuir o Omniverse, a empresa utilizará trabalhos de terceiros para divulgar o poder de sua ferramenta. Logo, a demanda de grandes empresas tende a aumentar, bem como a renda proveniente das licenças pagas.

O relacionamento da Nvidia com o ecossistema do Blockchain tem sido muito lucrativo para a corporação. Ao longo do ano passado, a demanda pelas placas de vídeo da empresa aumentou por causa do aumento da mineração de criptomoedas. Sua ação atingiu 125% de valorização graças aos lucros oriundos desse mercado.

Leia também: JPMorgan: Ethereum começa a perder dominância no mercado de DeFi 

Leia também: Governo do Cazaquistão corta Internet e afeta 18% no hash rate do Bitcoin

Leia também: Polygon, Solana e Cardano superam Ethereum na atração de novos desenvolvedores

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.