Juiz determina que Seleção da Argentina rompa contrato com a Binance

Um juiz na Argentina decidiu que a Associação Argentina de Futebol (AFA) e a exchange de criptomoedas Binance devem romper o contrato que assinaram

Na decisão, a juíza destacou que a seleção argentina deve cumprir o contrato de exclusividade assinado anteriormente com a Socios.com e, com isso, romper o acordo feito com a exchange.

“A AFA e a Binance devem se abster de realizar qualquer ato de consumação de negociações pré-contratuais, negociação, instrumentação, celebração ou execução de acordos comerciais contidos no anúncio feito por a AFA em 24 de janeiro em seu site”, determinou a juíza María José Gigy Traynor.

A decisão favorece a Socios.com no caso que envolve não apenas o patrocínio, mas o direito à emissão de Fan Tokens e NFTs. A resolução cautelar inclui o impedimento para a execução de qualquer ato que altere “os direitos dos sócios emergentes dos acordos” ou daqueles que adquiriram os tokens de torcedor.

AFA e Binance

De acordo com a juíza, a AFA deve cumprir o contrato que foi assinado com o Socios.com e não adiantar nenhum outro contrato assinado posteriormente que impeça a execução do primeiro.

“Celebramos esta decisão de um tribunal independente, que reconhece que os contratos entre a AFA e Torneos y Competencias SA permanecem em vigor. Expressamos nossa disposição de continuar colaborando ativamente com o sistema de justiça argentino para defender os direitos dos proprietários de Fan Tokens $ARG [da Seleção Argentina de Futebol]”, destacou a Socios.com, em um comunicado.

Conforme noticiado pelo CriptoFácil, assim que ficou sabendo da parceria entre a AFA e a Binance, a Socios.com afirmou que a AFA, ao firmar um acordo com outra empresa para a emissão de tokens, estava “demonstrando uma absoluta falta de respeito por esses milhões de torcedores, que incentivou ativamente a compra de fan tokens na Socios.com.”

Logo após a decisão ser publicada, e no mesmo dia em que a seleção argentina jogou contra a seleção chilena, o preço do token $ARG aumentou em 100%.

O $ARG chegou a ser negociado em US$ 2,64 , tanto na plataforma Socios.com quanto na Chiliz.

Leia também: Problemas no sistema Anchor podem afetar protoloco Terra, alerta executivo

Leia também: Governo Biden prepara regulamentação de criptomoedas como assunto de “segurança nacional”

Leia também: Relatório exclusivo The Defiant e DappRadar: Por que os NFTs estão evitando o crash das criptomoedas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.