Investidores retiram dinheiro de fundos de Ethereum há nove semanas: sinal de queda?

A empresa de gestão de criptoativos CoinShares identificou uma saída de recursos de fundos quem investem em Ethereum (ETH). De fato, a ETH foi uma das únicas criptomoedas que perdeu capitais, conforme aponta o relatório.

Na semana encerrada em 3 de junho, cerca de US$ 100 milhões em entradas líquidas foi direcionado a fundos de criptoativos. Como é de se esperar, as maiores entradas ocorreram na rede do Bitcoin (BTC), com US$ 69 milhões. No ano, os investidores já aplicaram US$ 369 milhões.

Por outro lado, os investidores estão retirando cada vez mais dinheiro dos fundos de ETH. Como resultado, os fundos registraram a a nona semana consecutiva de perdas. Os saques de US$ 11,6 milhões ampliaram para US$ 250 milhões o total retirado apenas em 2022.

“O Ethereum continua sofrendo. Nesta semana, os investidores retiraram US$ 32 milhões. Com isso, a criptomoeda enfrenta nove semanas seguidas de saídas, implicando sentimentos negativos de investidores”, disse o relatório.

Fluxos de entrada e saída de fundos de criptomoedas. Fonte CoinShares.

Fluxos de entrada e saída de fundos de criptomoedas. Fonte CoinShares.

Isso pode ser um sinal um pouco preocupante para a ETH, mostrando que os investidores estão perdendo a confiança. Afinal, somente os fundos de ETH e da Binance Coin (BNB) tiveram saídas de recursos no ano.

Por outro lado, os investidores voltam seus olhos para a Solana (SOL), mesmo ciente dos recentes problemas na rede. Em 2022, grandes investidores direcionaram US$ 104 milhões em recursos para investimentos na criptomoeda.

Dominância da ETH encolhe

A ETH também sofreu com a tendência de baixa que assolou o mercado em 2022. De fato, o preço do BTC, que abriu o ano a quase US$ 3.800, caiu mais de 50% e hoje opera pouco abaixo dos US$ 1.900.

Só que não é apenas o preço que está em queda, mas também a dominância da criptomoeda. O indicador chegou a superar os 20% no início do ano, mas agora está em 17,9%. Por outro lado, a dominância do BTC cresceu de 40% para 46% no mesmo período.

Embora muitos analistas não considerem a dominância um indicador relevante, ela mostra que, em tempos de quedas no mercado, os investidores geralmente consideram o BTC como um refúgio seguro, e não o Ethereum. O relatório da CoinShares confirma esta visão ao destacar as entradas líquidas.

“O Bitcoin recebeu US$ 126 milhões na semana passada, levando o total de entradas no ano para o final da marca de US$ 506 milhões”, diz o relatório.

Expectativas de alta em 2022

Apesar do momento difícil, as apostas são altas para a ETH este ano, pois todos aguardam profundamente a atualização “The Merge” em suas plataformas.

Nesta semana, um novo teste será executado na rede de testes Ropsten. Se for bem-sucedido, o The Merge será instalado na rede principal até agosto de 2022. Desenvolvimentos positivos a esse respeito podem reviver ainda mais o interesse dos investidores na ETH.

Leia também: Metaverso da Shiba Inu anuncia novidades

Leia também: Elon Musk ameaça desistir de comprar Twitter e acusa rede de esconder perfis

Leia também: Boletim NEOS: Edifício em Nova Iorque é anunciado como NFT por 15000 ETH

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.