CEO do Axie Infinity enviou R$ 15 milhões em AXS para Binance antes do hack à Ronin ser revelado

No dia 23 de março deste ano, a sidechain Ronin, do popular game play-to-earn (P2E) Axie Infinity, foi alvo de um dos maiores hacks da história das criptomoedas. Na ocasião, a ponte perdeu cerca de US$ 600 milhões em criptomoedas em valores da época. Ou seja, mais de R$ 3 bilhões na cotação atual em reais.

O hack só foi revelado ao público no dia 29 de março pela equipe da Sky Mavis, empresa responsável pelo jogo Axie Infinity.

Mas, nesse meio tempo, antes de a notícia do ataque vir à tona, Trung Nguyen, cofundador e CEO da Sky Mavis, teria movimentado cerca de US$ 3 milhões (mais de R$ 15,5 milhões) em tokens AXS.

De acordo com uma reportagem recente da Bloomberg, Nguyen transferiu os fundos para a Binance. A ação foi parte do esforço para salvar os fundos da empresa após o ataque, segundo a reportagem.

Ação pensada pela Sky Mavis

Conforme informou o porta-voz da Sky Mavis, Kalie Moore, essa ação foi necessária para evitar que os vendedores a descoberto fossem os primeiros a vender os seus tokens.

“Na época, nós [Sky Mavis] entendemos que a nossa posição e opções seriam melhores quanto mais AXS tivéssemos na Binance. Isso nos daria a flexibilidade de buscar diferentes opções para garantir os empréstimos e/ou o capital necessários. A equipe fundadora optou por transferi-lo desta carteira para garantir que os vendedores a descoberto, que rastreiam as carteiras oficiais do Axie, não pudessem liderar as notícias”, disse a porta-voz.

Ainda segundo a Bloomberg, essa transferência de tokens de Nguyen faz parte de uma série de transferências de criptomoedas de carteiras vinculadas ao Axie Infinity. Quem rastreou essas movimentações foi um usuário do Axie que se apresenta apenas como Asobs.

Segundo ele, todas essas carteiras transferiram fundos da sidechain Ronin para exchanges centralizadas como a Binance, por exemplo, após o hack. Contudo, apenas a movimentação do CEO da Sky Mavis foi confirmada pela empresa.

Ataque à Ronin do Axie Infinity

Conforme noticiou o CriptoFácil, o hack à Ronin do Axie Infinity ocorreu em março e comprometeu cinco das nove chaves de nós validador na sidechain.

Para realizar o ataque, os hackers utilizaram chaves privadas roubadas para ter acesso aos nós. Em seguida forjaram retiradas falsas, obtendo acesso aos tokens roubados. O hacker usou essas chaves para roubar 173 mil Ether (ETH) e 25,5 milhões na stablecoin USD Coin (USDC).

Mais tarde, a Sky Mavis arrecadou fundos, inclusive da Binance, para compensar o ataque. A empresa também anunciou que o reembolso dos usuários afetados começou no dia 28 de junho.

Leia também: Ragnarok anuncia parceria com The Sandbox

Leia também: Babel Finance perde R$ 1,5 bilhão em Bitcoin e Ether de clientes, afirma relatório

Leia também: Desenvolvedores do Ethereum fecham detalhes de últimos testes antes do The Merge

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.