Bitcoin renova recorde de preço e supera Tesla e Meta (Facebook) em valor de mercado

Na manhã desta terça-feira (9), o Bitcoin registrou um novo recorde histórico de preço (ATH) superando a marca de US$ 68.530, segundo dados do CoinMarketCap.

Gráfico do Bitcoin. Fonte: CoinMarketCap

A ATH elevou o valor de mercado da principal criptomoeda para US$ 1,27 trilhão. Agora, o BTC ocupa a 8ª posição em termos de valor de mercado de acordo com o ranking da plataforma Infinity Market Cap.

O Bitcoin só fica atrás do Ouro (US$ 11,6 trilhões); Microsoft (US$ 2,5 trilhões); Apple (US$ 2,46 trilhões); Saudi Aramco (US$ 1,99 trilhões); Alphabet/Google (US$ 1,97 trilhões); Amazon (US$ 1,76 trilhões) e prata (US$ 1,38 trilhões).

Enquanto isso, Tesla tem um valor de mercado de US$ 1,16 trilhões e Meta US$ 941 bilhões.

Conforme mostra a tabela acima, apenas nas últimas 24 horas, o valor de mercado do Bitcoin saltou 7,3%.

O crescimento ajudou a impulsionar o mercado de criptomoedas como um todo que superou a marca de US$ 3 trilhões em valor de mercado também nesta segunda.

Como resultado do novo recorde, as criptomoedas agora são mais valiosas do que qualquer grande empresa global listada em bolsa. 

Bitcoin atinge recorde de investimento institucional

Além do recorde histórico de preço, o Bitcoin também registrou um recorde em termos de investimentos institucionais.

De acordo com um relatório da CoinShare, o BTC atingiu um recorde de US$ 6,4 bilhões em entradas de dinheiro institucional.

Esse crescimento também foi observado no mercado cripto como um todo. Segundo o levantamento, já houve mais dinheiro institucional investido em ativos digitais em 2021 do que em todo o ano de 2020.

Após 12 semanas de aumento, os investimentos em ativos digitais por empresas atingiram US$ 8,9 bilhões. Faltando cerca de 7 semanas para o ano acabar, já são US$ 2,2 bilhões a mais do que o total investido em 2020.

Conforme observa o relatório, o Bitcoin é responsável por dois terços das entradas do ano. Já o Ethereum foi responsável por pouco mais de US$ 1 bilhão no acumulado do ano.

Esse crescimento pode ajudar a justificar a alta do Bitcoin e do mercado de criptomoedas.

Leia também: Banco Central da Nigéria congela contas bancárias de traders de criptomoedas  

Leia também: Criptomoeda criada por ex-funcionários do JPMorgan valoriza 200% em sete dias

Leia também: Deputado cria proposta de lei que permite pagamento de salários em criptomoedas no Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.