Bitcoin cai, mas mantém nível de resistência. Polkadot registra lucro e incentiva investidores

O mercado de criptomoedas começou o mês de agosto no vermelho, após passar alguns dias em rally. Moedas como Bitcoin e Ethereum viram seu crescimento frear após um fim de semana de “apagão” nas negociações, fruto do medo dos próximos passos da economia mundial.

Exceto a Polkadot, as criptomoedas acumularam quedas agressivas. Entre as principais do mercado, a baixa chegou a 10%.

O Bitcoin, principal criptomoeda em capitalização, chegou a cair 2,6% em 24 horas. De acordo com a CoinGecko, o preço do BTC era de R$119.844 por volta das 9h da manhã.

O BTC continua experimentando o nível de resistência de US$ 23 mil, o que ainda oferece esperança para investidores de uma recuperação rápida.

A Ethereum também sofreu uma baixa mais leve, de 2,7% para R$ 8.596,43. De acordo com especialistas, é um sinal de que a insegurança é momentânea.

O valor do mercado de criptomoeda  baixou 2,6% para R$ 5,81 trilhões nas últimas horas.

Preço das principais criptomoedas hoje

Por volta das 9h da manhã, a maioria das altcoins também permaneciam no vermelho. BNB, XRP  e Cardano acumulavam uma baixa entre 2% e 3%, enquanto Solana experimentava uma queda de quase 5%.

De acordo com a CoinGecko, somente a Polkadot registrou uma  alta de 2,1% para R$ 43,73.

Entre as stablecoins, o preço de negociação permaneceu em R$ 5,16 durante o final de semana.

Entre as moedas DeFi, a Ape Coin ganhou destaque neste início de mês. Enquanto as demais registraram queda, a APE registrou uma alta de quase 5% para R$ 36,45.

Leia também: Saldo dos mineradores de Bitcoin atinge alta de 4 anos: Glassnode

Leia também: Polygon e Mercedes Benz desenvolverão uma nova plataforma blockchain

Leia também: Solana abre sua própria “embaixada” nos EUA para ensinar sobre temas blockchain

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.