Veja os cinco NFTs mais caros da história

O mercado de tokens não fungíveis (NFT) acumulou novos recordes em janeiro. De acordo com dados do OpenSea, somente nesta plataforma as negociações superaram US$ 5 bilhões.

Parte desse movimento veio de coleções como os famosos Bored Ape Yatch Club (BAYC), que caíram no gosto dos famosos. Seus mais de 10 mil exemplares movimentaram mais de US$ 1 bilhão e foram o principal motor de crescimento deste mercado.

Só que embora os BAYC sejam os mais populares como coleção, o preço individual deles ainda é baixo comparado com outras coleções. De fato, nenhum dos macacos está sequer entre os 10 NFTs mais caros já negociados até hoje.

Em contrapartida, os rivais CryptoPunks possuem dois dos NFTs mais vendidos até hoje. Por isso, confira agora quais foram os cinco NFTs mais caros da história até o momento. Os valores em reais são calculados conforme a cotação do dólar nesta sexta-feira (4).

5) CryptoPunk #3100

Fonte: OpenSea.

A lista abre justamente com um exemplar do maior rival dos BAYC. O CryptoPunk # 3100 faz parte da série Alien Punks que possui nove exemplares. O alienígena de faixa azul foi negociado por US$ 7,58 milhões em março de 2021, valor que corresponde a R$ 39,9 milhões.

O NFT foi lançado pela primeira vez em 2017 e em março de 2021 já tinha lances mínimos de US$ 2 milhões. Depois de uma intensa disputa, ele acabou vendido pelo lance de US$ 7,58 milhões.

Ele está abero para venda, mas o interessado precisa desembolsar a bagatela de 35 mil Ether (ETH) para levá-lo. Na cotação atual, o valor é de aproximadamente US$ 100 milhões.

4) CryptoPunk #7523

Fonte: OpenSea.

Se o BAYC contam com o poder dos artistas, os CryptoPunks possuem a força do dinheiro. O quarto NFT desta lista, apelidado de “Covid Alien”, foi negociado pela bagatela de US$ 11,75 milhões. Em valores atuais, são R$ 61,9 milhões pagos nesta imagem.

O NFT foi vendido em junho de 2021 na casa de leilão de Londres Sotheby’s. Assim como o exemplo anterior, o #7523 faz parte da rara coleção Alien Punk. Seu preço fez dele o Alien Punk e também o CryptoPunk mais vendido da história até este momento.

3) Human One

Fonte: Beeple.

O artista que atende pelo nome de Beeple é um dos mais famosos criadores de NFTs do mundo. De acordo com a famosa casa de leilão Christie’s, ele é o “artista do século XXI”. E foi com esse epíteto que The Human One tornou-se o terceiro NFT mais vendido da história.

A obra consiste em um astronauta vagando por ambientes deslocados, mas esses ambientes mudam conforme o desejo do artista. O próprio Beeple prometeu “atualizar” o quadro durante a sua vida, então a arte nunca permanecerá estática.

O conceito atraiu numerosos investidores e também a Christie’s, que realizou o leilão da obra. No final, o bilionário Ryan Zurrer pagou US$ 29,9 milhões na obra em 9 de dezembro de 2021. Atualmente, o valor atualizado é de R$ 157,5 milhões.

2) The First 5000 Days

Fonte: OpenSea.

Imagine reunir fotos retiradas ao longo de mais de 13 anos em um só quadro. Foi com tal feito que Beeple também garantiu o segundo NFT mais caro da história. A obra, chamada Everyday: The First 5000 Days, foi vendida por US$ 69 milhões (R$ 363,6 milhões).

A Christie’s novamente bancou a empreitada ao realizar o leilão da obra. Curiosamente, o lance inicial foi de míseros de US $ 100 feita por clientes tradicionais. Mas os entusiastas de criptomoedas logo elevaram os lances até que a oferta final veio em 21 de fevereiro de 2021.

Everyday: The First 5000 Days foi um divisor de águas no mercado de NFTs. Após o leilão da obra, o caminho dos NFTs rumo a grandes mercados estava aberto. De certa forma, coleções como BAYC devem muito do seu sucesso ao pioneirismo de Beeple.

1) The Merge

Fonte: Nifty Gateway.

Por fim, a lista chega ao The Merge, obra de arte digital criada por um artista anônimo apelidado de Pak. Vendida em 6 de dezembro de 2021 na plataforma Nifty Gateway, a obra foi comprada por US$ 91,8 milhões, ou 483,7 milhões em valores atuais.

No entanto, a peça foi dividida em outras 312.686 artes, que foram distribuídas para 28.983 compradores. De acordo com Pak, The Merge era uma obra única composta de uma coleção de “massas” que os usuários poderiam comprar.

Dessa forma, cada um desses pedaços foi unido e criou uma única arte, que foi vendida em conjunto. O preço recorde foi obtido ao final da venda e permanece como o NFT mais caro da história até hoje.

Leia também: Genial participa da primeira emissão de cotas do ETF de DeFi da Hashdex 

Leia também: Kraken dá aos usuários opção de auditar seus saldos em Bitcoin e Ethereum 

Leia também: Dogecoin se aproxima de 500.000 holders, mas preço do DOGE permanece estagnado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.