Universidade de Tóquio oferecerá cursos de engenharia no metaverso

A Universidade de Tóquio oferecerá cursos de engenharia através do metaverso, informou o jornal Asahí Shimbun.

Por esta razão a universidade oferecerá aulas introdutórias sobre o metaverso, voltadas para estudantes e o público que deseje estudar engenharia.

Após a conclusão das aulas introdutórias, os alunos receberão um certificado da Universidade de Tóquio, credenciando-os como pessoal qualificado para trabalhar nas áreas de “transformação digital” e “tecnologias avançadas” dentro do metaverso.

As áreas abordadas pelos cursos da Universidade de Tóquio serão:

  1. Inteligência artificial (IA).
  2. Educação empresarial.
  3. Tecnologias de comunicação de próxima geração.

Como serão ministradas as aulas introdutórias do metaverso

Para participar dos cursos da Universidade de Tóquio não há limite de idade, sexo, classe social e local de residência.

As aulas introdutórias do metaverso serão ministradas de forma online e presencialmente, para que os alunos tenham uma ideia da metodologia de ensino dos cursos universitários através do metaverso.

Também será possível participar de uma modalidade de “aprendizagem prática” onde poderão cooperar com diferentes empresas envolvidas no desenvolvimento de novos produtos.

Os alunos que não fazem parte da Universidade de Tóquio também poderão acessar esses cursos do metaverso para descobrir possíveis carreiras de engenharia nas quais possam estar interessados.

O uso do metaverso nas universidades

Com a pandemia da Covid-19 e a popularização dos cursos à distância, o uso do metaverso teve um aumento significativo nas universidades de todo o mundo.

Isto é possível porque o metaverso oferece às universidades um ambiente virtual imersivo construído por meio de diversas tecnologias, como a realidade virtual, realidade aumentada e os hologramas.

Uma das primeiras experiências das universidades com esta tecnologia foi lançada recentemente pela FIA Business School, a qual passou a administrar cursos no metaverso através de óculos de realidade virtual.

No entanto, a universidade também permite que os alunos que ainda não tenham o aparelho de realidade virtual, possam entrar para o espaço online por meio de uma videochamada.

Iniciativas como a inclusão desta tecnologia pela FIA Business School e a Universidade de Tóquio, mostram um novo cenário na educação mundial e uma nova oportunidade de ensino no universo virtual.

Leia também: CEO da Algorand (ALGO) deixa o projeto

Leia também: São Paulo realiza primeira contratação de jogador com criptomoedas na América do Sul

Leia também: Harmony divulga plano para reembolsar usuários que perderam fundos em ataque hackers 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.