Ucrânia anuncia airdrop após receber mais de US$ 35 milhões em criptomoedas

Desde que foi atacada pela Rússia, a Ucrânia já recebeu mais de US$ 35 milhões em criptomoedas como forma de doação, segundo dados da plataforma Elliptic.

Agora, para estimular novas doações e agradecer a quem contribuiu enviando Bitcoin, Ethereum, Polkadot e outras criptomoedas, o governo ucraniano anunciou um airdrop.

Todas as pessoas que tiverem enviado ativos digitais para as carteiras oficiais do país até o dia 3 de março, às 18h (horário de Kiev), poderão participar da distribuição de criptomoedas. O airdrop foi confirmado pela conta oficial do governo ucraniano no Twitter:

“Airdrop confirmado. O Snapshot será tirado amanhã, 3 de março, às 18h, horário de Kiev (UTC/GMT +2 horas). Recompensa a seguir! Siga as notícias subsequentes sobre a campanha de doação de criptomoedas da Ucrânia em Fedorov Mykhailo.”

Fedorov Mykhailo é o vice-primeiro-ministro e ministro da Transformação Digital da Ucrânia. Contudo, até o momento, Mykhailo ainda publicou em sua conta no Twitter mais informações sobre o airdrop.

O que é um airdrop?

Um airdrop é um evento popular no mercado cripto. É realizado, geralmente, por uma entidade cripto, projeto de criptomoedas ou protocolo de Finanças Descentralizadas (DeFi). Neste caso, é o próprio governo ucraniano que vai fazê-lo.

A ideia do airdrop é distribuir criptomoedas, tokens, NFTs ou outros ativos digitais aos apoiadores de um projeto. No caso do airdrop ucraniano, serão beneficiados aqueles que apoiaram financeiramente a nação por meio de doações.

No ano passado, o governo de El Salvador promoveu uma espécie de airdrop ao distribuir US$ 30 em Bitcoin a seus cidadãos para promover a adoção da criptomoeda.

Mas no caso da Ucrânia, esta será a primeira vez que um país distribui criptomoedas para doadores.

Comunidade cripto apoia Ucrânia

Dois dias depois da invasão russa, a Ucrânia abriu carteiras de Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e Tether (USDT) para receber doações.

Na terça-feira (1º) o país também passou a aceitar Polkadot (DOT). Em seguida, recebeu do fundador da criptomoeda, Gavin Wood, uma doação de US$ 5,8 milhões em DOT.

De acordo com a Elliptic, a Ucrânia – e as ONGs que prestam apoio aos militares – já arrecadaram US$ 35 milhões. Foram mais de 35.000 doações de criptoativos desde o início da invasão russa.

Além das criptomoedas, também há doações de NFTs. Um CryptoPunk, por exemplo, no valor de mais de US$ 200.000 foi enviado para a conta Ethereum do governo ucraniano.

CryptoPunk #5364 - doado ao governo ucraniano

Ainda segundo a Elliptic, até o momento, os endereços oficiais do governo receberam 29.828 doações de criptomoedas, no valor de US$ 27,3 milhões.

Vários milhões de dólares em doações de criptomoedas também foram recebidos pela Come Back Alive, uma ONG ucraniana que apoia os militares.

Leia também: União Europeia não vai mais proibir o Bitcoin; entenda

Leia também: Metaverso Farsite anuncia novidades para dia 10 de março

Leia também: Brasileiros negociam R$ 3,8 bilhões em Bitcoin em fevereiro; recuo de 11% em relação a janeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.