Problemas no sistema Anchor podem afetar protoloco Terra, alerta executivo

A TerraUSD (UST), stablecoin que opera na blockchain Terra, está enfrentando um problema em suas reservas. De acordo com o site Terra Engineer, as reservas caíram 50% nas últimas quatro semanas, atingindo somente US$ 35 milhões.

Ou seja, as reservas têm caído a um ritmo médio de de cerca de 1,25 milhão de UST por dia. A comunidade de criptografia está preocupada que as reservas sejam drenadas em até três semanas. E se isso acontecer, os ecossistemas da Anchor e da Terra poderão ser fortemente impactados.

Entre juros e reservas

Segundo um usuário que atende pelo pseudônimo de Du09BTC, o problema estaria na forma como o Anchor opera. O protocolo possui este fundo de reserva para manter a estabilidade das taxas pagas a quem realiza staking. A meta do rendimento é de 20%.

A maioria das plataformas financeiras descentralizadas (DeFi) possuam taxas de empréstimos que se alteram conforme a oferta e demanda. No entanto,  o Anchor oferece um rendimento quase fixo, visto que a meta é de 20% ao ano. É a chamada “taxa de ancoragem”, definida pelos detentores do token de governança da âncora, ANC.

Para oferecer taxas tão elevadas, o protocolo obtêm receita de três formas. A primeira é cobrando juros cobrados aos mutuários. A segunda é através das recompensas de staking ganhas da garantia dos mutuários. Por fim, existem as taxas de liquidação dos empréstimos.

Se o rendimento obtido das três fontes de renda for maior que a taxa de ancoragem, o valor excedente é guardado com reserva de rendimento do Anchor, denominada pela UST. Por outro lado, se o rendimento for menor do que essa taxa, o fundo de reserva é utilizado, garantindo que os depositantes são pagos.

Desequilíbrio no modelo

Criar um fundo de reserva talvez soe como uma medida sensata, mas não parece ser o caso do Anchor. De fato, a estrutura torna a reserva da plataforma vulnerável a falhas de mercado e desequilíbrios entre a demanda por empréstimos e oferta de depósitos.

Durante períodos de baixa, como o período atual, os traders ficam menos propensos a pedir empréstimos para buscar retornos mais altos em outros lugares. Consequentemente, há um declínio na demanda por empréstimo.

Em contrapartida, os traders ficam mais propensos a colocar seus UST em busca de um retorno relativamente estável, aumentando o nível dos depósitos.

Foi esse o alerta feito por Do Kwon, fundador do Terraform Labs, rede de pagamentos descentralizados por trás da Anchor. Para o executivo, a falta de tomadores de empréstimos tem levado a Anchor a depender sistematicamente do seu fundo de reserva.

Os dados do Anchor reforçam essa preocupação. No momento da escrita deste texto, os depósitos totais ficaram em 5,71 bilhões de UST, ao passo que o valor emprestado foi de 1,37 bilhão de UST. A escassez de demanda por empréstimos atingiu mais de 300%.

A reserva de rendimento foi de 34,13 milhões de UST, e a taxa do Anchor foi de 19,88%.

A situação talvez indica que as taxas fixas são insustentáveis ao longo do longo prazo e os rendimentos são melhor determinados pela livre interação de forças de demanda e fornecimento.

“O rendimento fixo de cerca de 20% pode não ser sustentável. Com o protocolo enfrentando um déficit, ele precisa de dinheiro fresco sob a forma de aumento da demanda do empréstimo para manter a taxa de ancoragem em 20%”, disse DU09.

Soluções

Agora, resta ver quais medidas serão implementadas para reverter o problema. Nesse sentido, a Terraform Labs forneceu uma injeção de liquidez de 70 milhões de UST em maio de 2021, quando ocorreu a grande queda do mercado. Assim, é esperado que algo do tipo aconteça novamente.

No entanto, o vice-presidente de gestão de portfólio da Arca Hassan Bassiri considera a medida insuficiente. Bassiri insiste que essa injeção terá pouco impacto na demanda do empréstimo. O executivo reforçou a necessidade de corrigir as taxas de empréstimo do protocolo.

“Uma injeção de capital prolongará a saúde do sistema, mas geralmente, eles precisam reduzir a taxa de depósito ou aumentar a utilidade para o token do ANC, por isso não é visto como moeda de yield farming”, explicou.

O que se sabe é que caso nenhuma medida seja tomada, o problema pode gerar um risco sistêmico em todo o protocolo Terra. Nesta sexta-feira (27), o token opera em queda de 12,39%, valendo R$ 264,04.

Leia também: Salvadorenhos apoiam Bitcoin apesar das críticas do FMI

Leia também: Hackers roubam US$ 80 milhões de projeto DeFi Qubit Finance

Leia também: Trezor volta atrás e desiste de pedir KYC polêmico aos seus usuários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.