O Bitcoin se torna um adolescente e o DeFi começa a andar sozinho

O Bitcoin se tornará um adolescente no mês que vem, e já muito forte para essa idade, carregando em seus ombros muitas responsabilidades como ter popularidade mundial, ter quebrado a barreira de valor de mercado de 1 trilhão de dólares e permitir tantas inovações que é difícil de acompanhar. Esse adolescente também carrega consigo muitas expectativas: como oferecer inclusão e liberdade financeira, e ser a principal solução para quando o sistema financeiro tradicional tropeçar e cair (chamamos de tradicional porque é do jeito que é, há mais de 100 anos).

Destacamos que um pilar notável da força do Bitcoin é a descentralização: ele possibilitou o surgimento das Finanças Descentralizadas (DeFi). Inspirando a constante criação de muitas novas tecnologias, plataformas, soluções e ferramentas, todas tão jovens que provavelmente você ainda não ouviu falar.

Este artigo tem como objetivo falar sobre essas novas tendências de forma simples, a fim de garantir que você ouça sobre elas e talvez até se interesse em saber mais.

Para abrir o caminho, primeiro devemos reconhecer que vivemos em tempos confusos, que é fácil encontrar todo tipo de incerteza em qualquer lugar do mundo. Consequentemente, é apenas natural buscar garantias seguras para nos fazer acreditar em um futuro melhor. É certo que todos nós precisamos de uma reserva adequada de valor para salvar para o nosso futuro ou para as próximas gerações – mesmo que esse futuro signifique o fim do mês.

Apesar de parecer óbvio, pensar que a vontade de preservar o que conquistamos, o que construímos até agora, e de manter os recursos que fomos capazes de acumular ao longo do tempo, deve ser um fator importante ao tomar decisões financeiras, mas se você pensar bem sobre isso e olhar bem de perto, verá que quase todas as mídias sugerem mais gastos, mais compras, mais dívidas, mais linhas de crédito, sugerem que aposte o seu futuro.

O mundo aposta em si mesmo há muito tempo. Aposta que o futuro será melhor do que o passado, que haverá mais recursos para suprir uma contínua criação de valor e continuar pagando as dívidas do passado. Porém, tanta incerteza deve ser lida como risco, como a grande chance de que essa dívida cresça e supere a capacidade de ser paga ou reajustada.

A consequência clara desse desequilíbrio é a escassez: menos recursos disponíveis do que os necessários para investir no crescimento e alimentar a esperança de poder pagar as dívidas e seus juros adicionais no futuro. Outra consequência é a inadimplência, quando os recursos ficam indisponíveis em face do risco de perda definitiva.

Toda essa incerteza tem um custo, que geralmente é avaliado por aqueles que são meras engrenagens desse sistema tradicional (desatualizado), que têm que avaliar o seu passado para prever a sua capacidade de quitar suas dívidas no futuro, mas também avaliar as tendências econômicas locais e globais. O risco não é mais só seu, sem o seu conhecimento ou aprovação, o sistema vai dividir com você os riscos políticos, regionais, macro e micro, sistêmicos, de forma que você ajudará o sistema atual a pagar as dívidas criadas por eles mesmos no passado.

É assim que é, não é?

Bom, agora já existem protocolos de Finanças Descentralizadas (DeFi) que oferecem serviços semelhantes: formas seguras de armazenar e / ou transferir valor, acesso a empréstimos de baixo custo e instrumentos de rendimento. E a melhor parte: esses protocolos não dependem de uma pessoa, ou pequeno grupo, ou governo, ou banco. Esses novos sistemas são baseados em contratos inteligentes (smart contracts) em um blockchain. Vamos simplificar:

Um contrato inteligente é um conjunto de condições e cláusulas escritas em linguagem de programação para executar funções ou transações predefinidas. Uma vez que este código escrito é carregado em um determinado blockchain, ele não pode mais ser alterado e é público para qualquer pessoa ler, verificar ou auditar. É assim que alguém pode ter certeza do que acontecerá antes de usar um determinado serviço e que ele não mudará ou dependerá de mais ninguém.

A natureza descentralizada de um blockchain vem com seu software rodando voluntariamente em vários computadores e servidores diferentes, compartilhando e replicando todos os dados da cadeia para toda a rede em tempo real. Depois que um bloco é adicionado à cadeia, ele se torna imutável, todo o histórico desse blockchain fica disponível, tornando-o transparente e fácil de auditar. Além disso, o poder computacional necessário para hackear um blockchain bem estabelecido é tão grande que é quase impossível colocá-lo em prática para esse objetivo específico, sem mencionar que custaria mais do que o próprio prêmio.

As melhores soluções são testadas extensivamente e comprovadas ao longo do tempo à medida que se expandem. Desde o lançamento, já são globais, sem fronteiras e resistentes à censura. O fato de ter menos intermediários se traduz em menores custos, menos pontos de falha, e consequentemente menores riscos. Além de não ter custos ocultos para surpreender o usuário. Essas aplicações são bastante inclusivas, qualquer pessoa pode criar uma carteira em um blockchain e manter ativos digitais para participar e usar os serviços DeFi.

Assim como qualquer segmento, é muitíssimo importante pesquisar e aprender antes de realizar qualquer ação, afinal existem agentes mal-intencionados tentando se aproveitar da desinformação. Mas, a boa notícia é que governos e reguladores, que inicialmente estavam preocupados e proibitivos em relação a essas inovações, depois de fazerem suas próprias pesquisas, criaram regras adequadas que ajudam o mercado a se expandir e a tentar acompanhar o ritmo dessas inovações. Este é o período de transição em que várias pontes permitirão o acesso a essas soluções inovadoras por meio da experiência adequada do usuário.

Costumeiramente, as aplicações em Blockchain emitem ativos digitais, que podem ser:

  • Criptomoedas, como o Bitcoin;
  • Stablecoins, representação 1:1 das moedas fiduciárias;
  • Security tokens, ativos mobiliários registrados;
  • Tokens utilitários, possuem variedade de diferentes casos de uso.

Normalmente, uma parte dos tokens utilitários é amplamente distribuída após o lançamento para incentivar seu uso. Por exemplo, quando a Blocktane.io adotou o token Blocktanium [BKT] como o token da Exchange para possibilitar diferentes níveis de taxas de transação, indicar-um-amigo e programas de negociação por API, a Exchange optou por dar 5 milhões de BKT aos seus usuários (Blocktaners) por meio um mecanismo de juros compostos: todas as contas com qualquer saldo de BKT recebem 0,1% por hora em cima desse saldo. Uma escolha feita para mostrar como funcionam os juros compostos e apresentar conceitos como APY (Annual Percentage Yield), um grande número que resulta da composição constante de uma taxa menor.

Outro conceito digno de nota é: Empréstimos com garantia. No Brasil, é mais comum vermos linhas de crédito que dependem da capacidade comprovada do tomador de pagar o principal do empréstimo mais os juros que podem facilmente totalizar um número ainda maior do que o valor do principal. Com os empréstimos com garantia, você pode emprestar do passado em vez do futuro.

Embora não seja muito apreciado porque as condições do sistema tradicional fizeram muitas pessoas perderem suas garantias, com condições justas como uma avaliação adequada, taxas baixas, custódia adequada e uma proporção clara da garantia sobre o empréstimo (Loan-to-Value), os mutuários podem manter seus ativos e usá-los para acessar recursos quando precisam de liquidez ou capital de investimento para impulsionar seu crescimento pessoal, profissional ou institucional. Esses novos protocolos automatizados combinam diretamente tomadores e credores, bem como protegem todo o processo.

As inovações tendem a ter sucesso ao tornar as soluções amplamente adotadas mais baratas, mais rápidas e melhores. Finalmente, a internet possui as ferramentas necessárias para melhorar o sistema financeiro global de maneira justa e inclusiva. A descentralização pode oferecer melhores serviços a custos mais baixos com velocidade de internet de banda larga 24 horas por dia.

Convidamos você a conferir a Blocktane.io e as nossas mídias sociais para ver mais informações sobre Defi, além de promoções mensais: Instagram, Telegram, Twitter.

Aviso: este artigo tem a funcionalidade exclusivamente informativa, não constitui aconselhamento de investimento ou uma oferta para investir. O CriptoFácil não é responsável por qualquer conteúdo, produtos ou serviços mencionados neste artigo.

Leia também: Negocie Bitcoin sem depósito mínimo na TurboXBT

Leia também: Nova plataforma de ICOs foca na legitimidade dos tokens

Leia também: Melhor criptomoeda meme prepara seu lançamento para a lua

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.