Nubank mira valuation de até US$ 100 bilhões com futuro IPO

O Nubank apresentou estimativa ambiciosa para abrir seu capital na bolsa, conforme relevou o site Pipeline. A fintech brasileira pretende levantar algo entre R$ 15 a 25 bilhões de reais em sua oferta inicial de ações (IPO).

Com isso, o valuation do Nubank poderia alcançar a barreira dos R$ 500 bilhões. Caso chegue a esse valor, o Nubank se tornaria a segunda empresa pública mais valiosa do Brasil. Apenas a Vale, com cerca de R$ 540 bilhões, teria um valor de mercado superior ao Nubank.

Esse valor também colocaria o Nubank como mais valioso do que o banco Itaú e o Bradesco somados. Hoje, as duas maiores instituições financeiras privadas do país valem cerca de R$ 466 bilhões.

O valor também é similar ao almejado pela exchange Coinbase, que realizou seu IPO em abril. A empresa almejava alcançar os US$ 100 milhões, mas acabou valendo US$ 65 bilhões, com as ações precificadas a US$ 250 no momento do IPO.

IPO deve começar ainda em agosto

No entanto, o IPO do Nubank ainda está nos seus passos iniciais. Isso porque, conforme relatado pelo CriptoFácil, o Nubank optou por realizar sua IPO nos Estados Unidos. Portanto, o banco ainda vai protocolar o pedido de IPO junto à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC, na sigla em inglês).  Este pedido deve ser arquivado até o final de agosto.

Em seguida, o Nubank deverá dar início aos demais trâmites de abertura. Os bancos Morgan Stanley, Citi e Goldman Sachs lideram o processo, mas o Nubank ainda busca outras instituições. A expectativa é de que as ações sejam listadas até o final do ano.

Atualmente, o valuation do Nubank é de US$ 30 bilhões, ou R$ 157 bilhões com base na cotação atual. A marca foi alcançada após um investimento de R$ 2,5 bilhões feito pela Berkshire Hathaway. Os US$ 100 bilhões é uma estimativa mais otimista, visto que executivos do Nubank projetam um valuation de até US$ 50 bilhões após a oferta de ações.

Liquidez aos investidores

O IPO visa dar liquidez ao capital da empresa, sobretudo para os atuais investidores que desejam vender suas ações. Contudo, David Vélez, CEO do Nubank, afirmou que a operação não se trata de uma prioridade no banco. Ao invés disso, o Nubank pretende dar seguimento à expansão de suas atividades.

Contudo, motivos para otimismo não faltam. O Nubank é o maior banco digital do mundo, com mais de 40 milhões de clientes apenas no Brasil. O banco também já expandiu suas operações para o México, Colômbia e Argentina.

O principal obstáculo do Nubank é a dificuldade em gerar lucro, visto que grande parte de seus serviços não geram receitas suficientes para bancar a operação. Portanto, o Nubank precisará se reinventar mais uma vez, agora para garantir a confiança – e o dinheiro – de seus futuros acionistas.

Leia também: Stablecoins são a porta de entrada da Visa para as criptomoedas, diz VP da empresa no Brasil

Leia também:  Clientes de empresa alvo da Polícia Federal planejam manifestação contra a PF e em favor da GAS

Leia também: Supostas pirâmides do RJ movimentaram R$ 40 bilhões em 6 anos; saiba como evitar golpe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.