MB Digital Assets abre negociações de Token da Vila no mercado secundário

A partir desta quinta-feira (3), MB Digital Assets (MBDA), a unidade de tokenização do grupo 2TM, liberará a negociação dos Tokens da Vila em mercado secundário, que permite a compra e venda entre os clientes que adquiriram o ativo na fase de lançamento e os interessados em obtê-los.

Cabe destacar que este token é diferente do fan token do clube, que, conforme noticiou o CriptoFácil, foi lançado no final de novembro na Binance. Os Tokens da Vila permitem que o investidor receba parte dos lucros da venda de jogadores do clube.

No mercado secundário, os Tokens da Vila poderão ser negociados livremente entre seus detentores. Isso dará mais liquidez ao criptoativo e, portanto, tende a aumentar a demanda por ele.

De acordo com Vitor Delduque, Diretor de Novos Negócios do MB Digital Assets, o token será lançado com um valor base inicial, mas em seguida flutuará conforme a demanda do mercado.

“Para essa negociação, o valor mínimo será de R$ 50 (túnel de preço) e seu preço irá variar de acordo com a oferta e demanda do mercado”, explica Vitor Delduque, Diretor de Novos Negócios do MB Digital Assets.

Mecanismo de solidariedade e ganhos

O Token da Vila é um ativo baseado no Mecanismo de Solidariedade, ferramenta criada pela FIFA para auxiliar clubes que revelam jogadores. Este mecanismo prevê o pagamento de uma parcela de qualquer transação – seja ela definitiva ou por empréstimo – ao clube formador do atleta negociado.

Dessa forma, o clube é remunerado a cada transação efetuada, gerando uma receita extra. Ao mesmo tempo, o mecanismo estimula a formação de novos atletas, bem como premia clubes com grande histórico formador.

No Brasil, vários clubes já utilizam tokenização para repartir com os torcedores parte desses lucros. O Santos e o Vasco são os principais exemplos. Nesse sentido, o time paulista possui uma lista invejável, com 12 jogadores, formados pela base do Santos Futebol Clube que fazem parte dessa cesta:

  • Alan Patrick (Shakhtar Donetsk da Ucrânia);
  • Alex Sandro (Juventus de Turim, Itália);
  • Caio Henrique (Monaco, França);
  • Emerson Palmieri, (Olympique Lyon, França);
  • Gabriel Barbosa (Flamengo, Brasil);
  • Gustavo Henrique, (Flamengo, Brasil);
  • Jean Lucas (Monaco, França);
  • Kaio Jorge (Juventus, Itália);
  • Lucas Veríssimo (Benfica, Portugal);
  • Neymar Jr. (Paris Saint-Germain, França);
  • Rodrygo Goes (Real Madrid, Espanha);
  • Yuri Alberto (Zenit, Rússia).

Ou seja, cada vez que um atleta dessa cesta é negociado e o Santos recebe seu percentual, parte do valor é distribuído. Qualquer transação vale: compra, venda, empréstimo remunerado. Alguns contratos permitem até a distribuição de valores oriundos de cláusulas de desempenho.

Até o momento da escrita deste texto o Token da Vila não teve nenhuma distribuição de rendimentos aos detentores. Por outro lado, o token do Vasco da Gama já realizou duas distribuições.

Leia também: Veja como ganhar milhares de tokens e NFTs de graça 

Leia também: DeFi Blue Chips cai 80% desde 2021 à medida que a nova geração aumenta 

Leia também: Governo da Venezuela atrela 50% do valor de novo salário mínimo ao Petro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.