FTX está disposta a gastar ‘alguns bilhões’ para resgatar empresas cripto e conter uma crise

O CEO da exchange de criptomoedas FTX, Sam Bankman-Fried (SBF), tem se destacado como um verdadeiro “salvador da pátria” no mercado cripto.

O bilionário filantropo de 30 anos tem ajudado empresas do setor, como a BlockFi e a Voyager Digital, por exemplo, que estão enfrentando dificuldades financeiras. E, segundo ele, essa ajuda financeira pode continuar.

Em entrevista à Reuters, publicada na quarta-feira (6), SBF disse que ainda tem “alguns bilhões” em caixa para apoiar organizações cripto com problemas e conter uma crise ainda maior no ecossistema. Contudo, ele acredita que o pior já passou.

FTX resgata empresas cripto

O colapso do ecossistema Terra (LUNA), em maio, resultou em um efeito cascata no mercado cripto, “contaminando” diversas empresas do setor.

Uma das mais impactadas foi a Three Arrows Capital, que investiu pesado em LUNA no passado. No efeito dominó, a corretora de criptomoedas Voyager Digital (VOYG) e a plataforma de empréstimos cripto BlockFi também sofreram duras perdas.

À BlockFi, a FTX garantiu uma linha de crédito emergencial de US$ 250 milhões. Além disso, na última semana, a FTX anunciou um acordo de compra com a BlockFi com base em desempenho.

Enquanto isso, outra empresa de Bankman-Fried, a Alameda Research, “salvou” a Voyager com uma linha de crédito rotativa de 200 milhões de dólares e mais 15.000 Bitcoins.

A FTX também tentou resgatar a Celsius, que paralisou os saques dos usuários após dificuldades financeiras. No entanto, SBF desistiu do negócio depois de analisar as finanças da empresa. Fontes disseram que a empresa tinha um “rombo” de US$ 2 bilhões em seu balanço e a FTX achou difícil lidar com isso.

Recentemente, SBF disse que o seu objetivo final com essas ações é proteger os clientes e o mercado cripto:

“Sabe, nós estamos dispostos a fazer um negócio um tanto ruim aqui se ele for necessário para estabilizar as coisas e proteger os clientes.”

De acordo com SBF, a confiança com os clientes de que as coisas funcionarão como anunciado é incrivelmente importante e, se quebrada, é incrivelmente difícil de recuperar.

Salvações adicionais

À Reuters, o CEO da FTX afirmou que a sua empresa ainda tem dinheiro suficiente para fechar um negócio de US$ 2 bilhões, se necessário.

“Se tudo o que importasse fosse um único evento, poderíamos chegar acima de alguns bilhões”, disse ele.

Entretanto, SBF enfatizou que, em alguns casos, o dinheiro do resgate sai de seu próprio bolso e não da FTX.

“A FTX tem acionistas e temos o dever de fazer coisas razoáveis ​​por eles. Certamente me sinto mais confortável queimando o meu próprio dinheiro”, disse ele.

Inverno cripto

Por fim, sobre a queda generalizada das criptomoedas, o chamado “inverno cripto”, SBF disse que os preços podem já ter chegado ao fundo. Mas ele reconheceu que a queda foi pior do que se esperava:

“Não acho que seja uma ameaça existencial para a indústria, mas acho que é um pouco pior do que eu teria previsto”, disse Bankman-Fried.

Leia também: Celsius Network paga completamente seu empréstimo de Bitcoin

Leia também: Shiba Inu anuncia stablecoin e token de recompensa para seu metaverso 

Leia também: Hacker da Crema Finance devolve R$ 40 milhões em acordo com protocolo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.