Fintech de blockchain Colb Asset levanta R$ 13 milhões em investimentos

A fintech focada em blockchain Colb Asset informou que arrecadou em uma rodada de investimento inicial 2,5 milhões de francos suíços. Ou seja, cerca de R$ 13 milhões, na cotação atual em reais.

De acordo com o fundador e CEO da empresa, Yulgan Lira, os recursos vão ser usados para ampliar as operações da empresa.

Isso inclui, por exemplo, investir na equipe da fintech Colb e em tecnologia, bem como nos setores jurídico, de conformidade, de marketing e de comunicação da fintech.

Conforme informou a empresa em um comunicado ao CriptoFácil, os investidores são de grupos privados e empresários. Eles são principalmente de Suíça, Mônaco, Portugal, Reino Unido e Brasil.

Sobre a Colb Asset

A Colb é uma plataforma de contratos inteligentes focada em blockchain. Seu objetivo é permitir o acesso sem banco a fundos de investimento por meio da tokenização de ativos.

Com um token nativo estável e totalmente garantido, a fintech permite que seus usuários adquiram tokens de produtos estruturados com segurança. Segundo a empresa, o retorno está vinculado a um fundo de investimento subjacente.

Dessa forma, os investidores podem investir suas participações em ativos digitais em tokens vinculados a fundos. Isso sem precisar converter os recursos em moedas mais tradicionais antes.

Conforme destaca a empresa, todos os ativos digitais são mantidos em uma carteira sem custódia. Assim, a fintech diz que pode preservar a liberdade e a privacidade dos usuários.

Ao comentar sobre os novos investimentos recebidos pela Colb, Lira destacou os planos da fintech:

“Uma rodada da série A está na nossa linha do tempo. Mas ela não é a nossa prioridade hoje.”

Lira informou ainda que a empresa está focada em melhorar a experiência do usuário de sua plataforma. Além disso, a fintech quer disponibilizar mais tokens vinculados a fundos aos clientes.

Colb pode se beneficiar do mercado de baixa

Por fim, ele comentou sobre o mercado atual de baixa dos ativos digitais. Segundo Lira, o mercado não está vivendo o chamado “inverno cripto” apesar do forte declínio das criptomoedas, sobretudo do Bitcoin (BTC), e após o colapso de Terra, Luna e de UST.

Em vez disso, ele vê essa queda como um resultado natural de uma desaceleração mais ampla do mercado, que vai além das criptomoedas.

Ao mesmo tempo, ele disse que esse cenário de baixa pode favorecer a Colb:

“A Colb pode, inclusive, se beneficiar disso. Isso porque nossos certificados sustentam fundos exclusivos transformando nossos tokens em oportunidades de investimento perfeitas para diversificar portfólios de blockchain.”

Leia também: Baleia realiza grande venda de ETH e preço cai abaixo de US$ 1.000 

Leia também: Binance suspende saques de Bitcoin em meio ao banho de sangue do mercado

Leia também: USDD, stablecoin da Tron, perde paridade com o dólar e derruba preço de TRX

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.