Celsius diz que está explorando soluções para crise de liquidez

Após paralisar os saques dos usuários há quase 20 dias, o credor de criptomoedas Celsius, que vive uma crise, publicou em seu blog um comunicado ao mercado e aos seus clientes.

Entre outras coisas, a empresa afirmou que está buscando soluções para a crise de liquidez em que se encontra. Contudo, a empresa não forneceu uma data para reativar os saques, tampouco deu muitos detalhes sobre essas supostas soluções.

De acordo com o comunicado divulgado na quinta-feira (29), a Celsius está focada para “estabilizar a liquidez e as operações”:

“Nós estamos operando com toda a comunidade e todos os clientes em mente enquanto trabalhamos nestes tempos desafiadores”, disse a equipe.

Celsius não informa data para retomada de saques

A Celsius informou que está tomando medidas importantes para preservar e proteger os ativos e explorar as opções disponíveis.

Essas opções incluem, por exemplo, a busca do que a empresa chamou de “transações estratégicas”. Isso, em geral, se refere a transações com outras empresas na mesma categoria de fusões e aquisições.

Além disso, a Celsius informou que está buscando reestruturar seus passivos. Isso implica que a empresa pode reduzir ou renegociar os termos da dívida com as contrapartes com as quais está envolvida.

“Essas explorações exaustivas são complexas e levam tempo. Mas queremos que a comunidade saiba que nossas equipes estão trabalhando com especialistas de diversas disciplinas”, concluiu a empresa sem fornecer qualquer detalhe relevante.

Crise da Celsius

Conforme noticiou o CriptoFácil, no dia 13 de junho o credor de criptomoedas Celsius suspendeu todas as retiradas, trocas e transferências de clientes. A equipe citou as “condições desfavoráveis do mercado” como razão para a ação, mas não deu mais detalhes.

A ação ocorreu em meio a uma redução significativa de preços do mercado cripto. Como consequência disso, a empresa não conseguiu honrar saques de clientes devido a problemas de liquidez.

Menos de uma semana após a paralisação dos saques, o Conselho de Valores Mobiliários do Estado do Texas, nos EUA, abriu uma investigação contra a empresa.

Recentemente, uma reportagem revelou que a empresa tinha mais que o dobro do perfil de risco do banco americano médio. 

Em meio à crise, a exchange de criptomoedas FTX até cogitou a possibilidade de comprar a Celsius. No entanto, a exchange teria desistido da compra, pois a Celsius seria uma empresa insolvente. O credor de criptomoedas tinha um buraco de US$ 2 bilhões em seu balanço e a FTX achou difícil lidar com isso.

Leia também: Facebook lança recurso de NFTs para grupo seleto de criadores 

Leia também: Polygon é alvo de ataque que rouba chaves privadas de usuários

Leia também: Bitcoin registra seu pior trimestre na última década

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.