Bitcoin salta rompe os US$ 43.000 nesta tarde; mais de R$ 100 milhões liquidados

Na tarde desta sexta-feira (6), o Bitcoin (BTC) exibiu uma valorização expressiva. Em apenas 1 hora, o BTC saltou 5,6% e rompeu os US$ 43.000 brevemente. Até o momento da escrita desta matéria, nenhum motivo específico foi atribuído à alta.

De qualquer forma, a alta foi suficiente para tirar temporariamente do ar o agregador CoinMarketCap. Além disso, apenas na última hora foram liquidados mais de R$ 100 milhões em posições de BTC, segundo a Bybt.

Disparada repentina

Embora ninguém saiba ao certo a causa por trás do súbito pico de preço, o súbito rompimento dos US$ 43.000 deixou muitos investidores felizes.

Claro, menos aqueles que foram liquidados pela alta repentina. Uma ordem de mais de R$ 30 milhões foi executada com a variação de preço. Ademais, a variação entre mínima e máxima intradia do BTC é de quase 10%.

O interesse no preço foi tão repentino que o agregador de preços CoinMarketCap ficou offline por alguns instantes. Atualmente, o site passa por instabilidades, exibindo lentidão nos serviços.

Vale ainda ressaltar que, ainda que rompimento tenha sido temporário, ele impacta no longo prazo do Bitcoin. Segundo analistas, o BTC ainda segue preso em uma faixa de preço.

Quanto mais vezes essa faixa for rompida para cima, mais forte fica a possibilidade de uma retomada de alta. Conforme ressaltado pelo anfitrião do podcast Profit Maximalist, Luke Martin, o BTC já rompeu pela segunda vez essa resistência.

O gráfico abaixo mostra o BTC rompendo a resistência apontada por Martin:

Bitcoin (BTC)

Quem também ficou otimista com a súbita valorização foi o trader Rekt Capital. Ele aponta que o BTC já se recuperou 45% desde uma das duras correções vistas em julho (descrita pela zona verde do gráfico abaixo).

Além disso, a antiga resistência foi utilizada como suporte recentemente. Com o súbito rompimento de US$ 43.000, o trader acredita que a busca pela tendência de alta do BTC continua.

Bitcoin (BTC)

Leia também: Trader não descarta Bitcoin a US$ 100 mil em 2021; saiba os motivos

Leia também: Fidelity compra 7,2% de mineradora de Bitcoin dos Estados Unidos

Leia também: Comprar Ethereum agora pode causar prejuízo no curto prazo, alerta analista

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.