Bitcoin por R$ 121 mil e Ethereum por R$ 8 mil; criptomoedas amanhecem em queda de até 8%

A semana das criptomoedas começou com uma leve queda no mercado. Após uma semana em alta, com um rally do Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e outras criptomoedas, na manhã desta segunda-feira (25), todas as criptomoedas estavam em baixa.

De acordo com a CoinGecko, por volta das 9h da manhã o Bitcoin contava com uma queda de 2,6% nas últimas 24 horas. O preço do BTC girava em torno de R$ 121.253 ou US$ 22 mil. Mesmo com a baixa, o Bitcoin ainda estava 5,9% acima do valor praticado na última semana.

A Ethereum também amanheceu em baixa, caindo 4% desde o final de semana. O preço da ETH era de R$ 8.501,75, em torno de US$ 1.500. Ainda que o final de semana tenha sido de baixa, o preço da Ethereum estava cerca de 15% maior que na semana passada.

A queda iniciada após a venda massiva de Bitcoin pela fabricante de carros Tesla, no final da semana passada, derrubou também o valor total do mercado de criptomoedas. De acordo com a CoinGecko, o mercado caiu 2,1% nas últimas 24 horas para cerca de R$ 5,8 bilhões.

Preço das principais criptomoedas hoje

Enquanto o mercado ainda sofre as consequências da venda em massa de BTC pela empresa de Elon Musk, as altcoins mais populares do mercado também sofrem com os efeitos.

De acordo com a CoinGecko, a BNB, moeda emitida pela exchange Binance, caiu cerca de 2,7%. O preço atual da BNB é de R$ 1.412,96. Já a XRP caiu cerca de 4% para R$ 1,91.

A Cardano (ADA), caiu cerca de 6% nas últimas 24 horas, para cerca de R$ 2,73. A Solana (SOL) desvalorizou 4,2% em 24 horas, para R$ 214,82.  Moedas como Dogecoin (DOGE), Polkadot (DOT) e Polygon (MATIC) caíram cerca de 4% cada uma, enquanto as principais moedas DeFi caíram por volta de 7%

Já as stablecoins estavam sendo vendidas por R$ 5,51 por volta das 9h e aguardando a abertura do mercado. Em grande parte, a contínua venda de criptos se deve ao sentimento predominante de risco em meio a macros incertas, como resultado dos quais os investidores não são vistos favorecendo ativos mais arriscados.

Leia também: Empresa de mineração quer US$ 100 milhões em investimento para viver no bear market

Leia também: Dificuldade de mineração do Bitcoin tem a maior queda em um ano

Leia também: Primeira coleção de NFTs da Solana mintada pelo OpenSea supera R$ 2,5 milhões em volume

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.