Binance vira sócia de empresa no Brasil e agora terá que reportar operações de usuários

Depois que seu CEO e fundador Changpeng Zhao (CZ), esteve no Brasil, a Binance efetivou sua presença no país por meio de uma mudança societária na empresa B Fintech.

A B Fintech já era uma empresa que atuava no Brasil como um “braço” da Binance. Isso porque seu sócio fundador era CZ. Porém, como a empresa não estava juridicamente ligada a Binance isso, em tese, desobrigava a exchange a cumprir os regulamentos no Brasil.

Mas agora, com a Binance Holdings figurando como sócia da B Fintech, a Binance terá que cumprir todas as determinações nacionais sobre o mercado de criptomoedas, incluindo a Instrução Normativa 1888 da Receita Federal, que obriga as exchanges a reportarem todas a movimentações de seus usuários.

Binance no Brasil

De acordo com as declaração de CZ, quando este esteve no Brasil em março para participar da Ethereum Rio, esse seria o primeiro passo da exchange no país.

A Binance, maior provedora global de infraestrutura para ecossistema blockchain e criptomoedas, informou que atua em permanente diálogo com as autoridades regulatórias locais e com total compromisso com o desenvolvimento do setor no Brasil e no mundo, que inclui a regulação do segmento. A empresa destacou ainda que o recente anúncio do processo de aquisição da Sim:paul, corretora brasileira autorizada pelo Banco Central e pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), reforça isso.

Além disso, a empresa pretende comprar um banco, autorizado pelo Banco Central e uma corretora regulamentada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Sim;Paul.

“O Brasil é muito importante para nós e estamos em um momento de virada, de um mercado não regulado para um regulado. É importante ter encontros presenciais para gerar confiança”, afirmou CZ no Brasil.

Outra ação que a corretora deve executar em breve é a abertura de um escritório no Rio de Janeiro.

“Queremos agir em plena conformidade com a regulação, para fazer o mercado crescer de forma saudável”, enfatizou CZ.

A Binance domina as negociações de BTC no Brasil. Em fevereiro, por exemplo, a plataforma respondeu por 38,16% das transações da criptomoeda, de acordo com o Cointrader Monitor.

A nível global, a Binance concentra quase 70% das transações com criptomoedas. Além disso, teve um faturamento de US$ 14,6 bilhões em tarifas em 2021.

Leia também: Congresso quer aprovar regulação das criptomoedas até junho

Leia também: Dogecoin supera o Bitcoin sendo a criptomoeda mais procurada, aponta relatório

Leia também: Protocolo Yearn Finance defende utilização de novo padrão para tokens no Ethereum

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.