Analista indica quatro criptomoedas que podem valorizar até 1.000%

O analista Jason Pizzino divulgou quatro criptomoedas que podem valorizar até 1.000%. De acordo com seu último vídeo, Polygon (MATIC), Curve (CRV), SUSHI e Yearn Finance (YFI) são as principais apostas para 2022.

A estimativa do analista leva em conta a evolução do valor de mercado, mas também o preço por unidade. Com exceção da YFI, todas elas possuem um baixo valor unitário. Isso, aliado com os fundamentos dos projetos, fazem Pizzino ficar otimista com novas valorizações.

MATIC: retomada das máximas

Em primeiro lugar, Pizzino apresenta sua visão a respeito da MATIC. A criptomoeda atingiu sua máxima histórica em 25 de dezembro, quando atingiu US$ 2,92, mas sofreu correção de 18% desde então.

Hoje, a criptomoeda está cotada a US$ 2,39, mas o trader alerta que a tendência de alta não acabou. De fato, Pizzino afirma que a correção abriu oportunidades de compra para o longo prazo.

“Se ninguém está falando sobre algo porque o preço está caindo, geralmente é o momento de analisar uma posição de entrada. Ainda vejo a MATIC em tendência de alta: com topos mais altos do que os anteriores”, disse.

Nesse sentido, o fim do ciclo de alta pode levar a MATIC a atingir US$ 22.

Curve

Outra moeda na lista do trader é a CRV, token de finanças descentralizadas (DeFi) focadas em stablecoins. Conforme dados do CoinMarketCap, a rede da Curve possui cerca de US$ 2,4 bilhões em valor de mercado.

No entanto, o valor alocado em projetos na CRV é dez vezes maior do que isso. Esta cifra é justamente o preço-teto estimado por Pizzino como espaço para valorização da CRV.

“A CRV está em um valor total bloqueado (TVL) de US$ 24 bilhões. Portanto, a relação entre o valor de mercado e o  TVL é de 0.1. Acho que vai ser um grande jogo de captação que pode levar o valor da CRV mais perto do valor bloqueado atual”.

Quanto ao preço do token, o CRV está cotado a US$ 6,06 no momento da escrita deste texto. Se a previsão de Pizzino se concretizar, o token pode atingir até US$ 60.

SUSHI

Em seguida, o trader parte para o mercado de exchanges descentralizadas (DEX). A escolha de Pizzino neste mercado é a SushiSwap, sobretudo o token de governança SUSHI.

De acordo com Pizzino, tanto o token quanto a SushiSwap possuem um valor de mercado bastante modesto em relação aos seus pares. Ambos valem apenas US$ 8,50 e US$ 1 bilhão, respectivamente. Dessa forma, a rede tem potencial de gerar ganhos exponenciais aos investidores.

“Sushi tem um valor de mercado de US$ 1 bilhão, totalmente diluído em US$ 2 bilhões. Então, uma valorização de dez vezes – US$ 10 bilhões – parece razoável”.

Pizzino adiciona que o SUSHI está atualmente em tendência de baixa. Portanto, o investidor deve ficar atento aos pontos de entrada entre US$ 6 e US$ 7,50.

YFI

Por fim, o YFI fecha a lista de Pizzino. Para o trader, os fundamentos do YFI parecem sólidos, enquanto os indicadores de análise técnica mostram sinais de força compradora.

Além disso, os fundamentos da rede, com foco nas recompras de tokens, se mantém sólidos. Por ter um valor de mercado maior, o potencial de alta do YFI é menor do que os anteriores. Contudo, o trader alerta que o token pode atingir US$ 100 mil antes do Bitcoin (BTC).

Com base no preço atual (US$ 35.873), o YFI apresenta um potencial de retorno de até 278% para 2022.

Leia também: Analista prevê grande alta para Fanton e Terra em janeiro 

Leia também: Goldman Sachs: Bitcoin pode chegar a US$ 100 mil se pegar 50% do mercado de ouro 

Leia também: Apesar de baixa, Bitcoin superou o ouro e todos as outras commodities em 2021 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.