Airdrop de ações: Nubank pretende distribuir R$ 200 milhões em BDRs aos seus clientes

O Nubank pretende de fato abrir seu capital na bolsa através de um IPO. De acordo com a empresa, a listagem das ações ocorrerá em dezembro nos Estados Unidos. Mas a fintech resolveu inovar mais uma vez e pretende distribuir ações a parte dos seus clientes.

Essa distribuição ocorrerá através de um novo programa intitulado NuSocios e pretende distribuir R$ 200 milhões em Brazilian Depositary Recepits (BDR) aos seus clientes. Os BDRs são certificados de ações estrangeiras negociados na bolsa brasileira, a B3.

“Vamos oferecer a milhões de pessoas a chance de ter um pedacinho do Nubank (BDR, porcentual de ação) sem nenhum custo”, disse a fintech.

Requisitos para participar

Cada investidor selecionado receberá parte de um BDR. O percentual não foi revelado, mas o Nubank estima que cada BDR representará 1/6  de uma ação ordinária classe A da Nu Holdings, empresa líder do grupo Nubank.

Para receber a parte do BDR, o cliente deve preencher os seguintes pré-requisitos:

  • ser um cliente com conta ativa no Nubank;
  • a conta não pode estar bloqueada para transações;
  • o cliente não pode estar inadimplente por mais de oito dias corridos;
  • ter realizado ou recebido pelo menos uma operação em qualquer produto do Nubank nos últimos 30 dias antes de aderir ao programa.

Quem preencher os requisitos serão contatados no app da conta a partir do dia 9. Em seguida, o cliente pode escolher se quer ou não participar do NuSocios. Caso confirme a adesão, ele receberá as instruções sobre como receber sua fração de BDR.

No entanto, o Nubank ressaltou que existe um limite máximo de BDRs disponíveis. Dessa forma, o investidor deve confirmar a adesão quanto antes.

Ao receber a fração de BDR, o investidor terá um período de carência de 12 meses contando da data do recebimento. Neste período não será possível vender o BDR na bolsa. De acordo com o Nubank, a medida serve como um prazo para ajudar os iniciantes a se familiarizarem com o mercado de ações.

Airdrop de ações

O NuSocios é mais um programa inovador vindo da fintech brasileira. Mas não se trata de uma novidade para quem já é veterano no mercado de criptomoedas. De fato, o Nubank praticamente levou para a bolsa o conceito de airdrop.

Um airdrop ocorre quando projetos resolvem distribuir criptomoedas ou tokens de forma gratuita. Isso geralmente é feito por projetos que desejam conquistar novos usuários. Assim, essas pessoas correm para conseguir os tokens, na esperança de que eles se valorizem caso o projeto dê certo.

Novos projetos também costumam distribuir tokens para o público, com o objetivo de ganhar usuários e confiança das pessoas. No entanto, nenhuma empresa jamais realizou um “airdrop” de ações. Nesse sentido, o Nubank está assimilando práticas já consolidadas do mercado de criptomoedas.

Leia também: Binance: rede SWIFT não será mais compatível com Brasil e outros 80 países

Leia também: Ethereum apresenta primeira semana de deflação desde início da EIP-1559

Leia também: McDonald’s distribui NFTs do McRib no Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.