Voo de galinha ou nova alta: Bitcoin registra maior sequência de ganhos desde dezembro

O Bitcoin (BTC) voltou a registrar ganhos nesta quarta-feira (28) e, como resultado, superou a resistência dos US$ 40 mil. Com isso, a criptomoeda registra valorização pelo oitavo dia consecutivo, sua maior sequência desde dezembro de 2020.

Agora, a expectativa reside no desempenho ao longo do dia, com investidores observando se o BTC conseguirá sustentar sua valorização. Enquanto alguns analistas já projetam novos topos, outros recomendam que, ainda que a alta continue, o momento é de cautela nos investimentos.

Resistência e topos futuros

Em sua análise diária, Michaël van de Poppe destacou que o BTC ainda segue enfrentando resistência. Segundo ele, o próximo nível é US$ 41 mil, e o analista não enxerga sinais de que haverá rompimento.

Para van de Poppe, o possível padrão atual envolve uma nova correção, mas com a formação de uma mínima maior que a anterior. Após este movimento, o analista defende que o BTC estará pronto para sustentar uma nova alta.

Esse novo fundo deve ocorrer entre a região de US$ 35 mil e US$ 38 mil.

BTC/USD

Apesar da visão cautelosa de van de Poppe, outros analistas demonstram mais otimismo. Primeiramente, o analista Rekt Capital trouxe uma análise que mostra um candle diário formado acima da média de 200 dias. Para ele, isso indica uma mudança de sentimento por parte dos investidores.

O brasileiro Augusto Backes analisou o BTC sob o mesmo ponto de vista otimista. Em uma análise recente, o trader afirmou que o seu preço-alvo nesta suposta alta está nos US$ 43 mil.

Indicador recomenda cautela

Quem também opinou sobre a nova alta foi a analista de criptoativos da Levante Investimentos, Fernanda Guardian. Focada na análise de indicadores na blockchain, Guardian utilizou justamente um desses indicadores: o Valor da Rede por Transação (NVT, na sigla em inglês).

Este indicador é calculado através da divisão do valor de mercado do BTC pelo volume diário (em dólares), transacionado através do blockchain. Se o NVT é menor que 1, o BTC está abaixo do que seria o seu “preço justo.” Ou seja, há uma oportunidade de compra.

No entanto, um NVT acima de 1 indica o contrário. Portanto, um preço acima do valor justo. Após uma alta de quase 30% em 7 dias, o BTC atingiu um NVT de 1,20. Isto é, acima do preço justo.

Bitcoin (BTC)

De acordo com Guardian, o indicador esteve abaixo de 1 nos últimos 3 meses e, subitamente, disparou para um valor considerado alto.

Esse movimento, aliado com o histórico do NVT, faz a analista recomendar cautela, especialmente para quem deseja operar no curto prazo.

“Historicamente, o preço tende a seguir o NVT. Como o indicador subiu muito (12% em uma semana), é possível que haja uma correção. Se você compra pensando no médio/longo prazo, o NVT não fará tanta diferença, mas para o curto prazo ele está muito esticado. Portanto, não faça suas compras todas de uma vez, pois o NVT acendeu um sinal de alerta.”, explicou a analista.

Leia também: Estados Unidos: criptomoedas são risco sistêmico para o mercado financeiro

Leia também: 1inch dará R$ 110 milhões aos seus usuários devolvendo taxas

Leia também: Criptomoedas recuperam 30% de seus preços em 7 dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.