Vitalik Buterin propõe nova estrutura para reduzir taxas do Ethereum

O cofundador do Ethereum (ETH), Vitalik Buterin, divulgou uma nova proposta para otimizar as taxas da rede. A proposta melhora a EIP-1559 e foi publicada por Buterin em um blog na quarta-feira (5).

De acordo com Buterin, a proposta tem como objetivo otimizar as taxas conforme as diferenças entre as transações. Ele destacou que diferentes recursos na Máquina Virtual do Ethereum (EVM) têm diferentes demandas em termos de uso de gas.

A explicação é bastante técnica e complexa, mas envolve uma reorganização das taxas da rede. Ao invés de unificar as taxas em uma só, elas seriam organizadas em classe diferentes. Cada classe de taxas, por sua vez, conteria tipos de processos diferentes.

No entanto, a proposta gerou polêmica entre os mineradores, pois exigiria mais cálculos para aprovar as transações. Assim, eles teriam um trabalho adicional na aprovação das operações, enquanto as taxas seriam menores.

“O esquema que temos hoje, onde todos os recursos são combinados em um único recurso multidimensional (gas), faz um trabalho ruim em lidar com essas diferenças. O problema é que canalizar todos os diferentes recursos em um único leva a custos de gás muito sub-otimizadas quando esses limites são desalinhados”, disse Buterin.

Taxas variáveis

Buterin descreveu suas mudanças propostas bastante complicadas com muita matemática técnica, mas em poucas palavras, a proposta ofereceu duas soluções potenciais usando preços “multidimensionais”.

A primeira opção calcularia o custo de gás para recursos, como dados de chamadas e armazenamento. Ela dividiria a taxa básica para cada unidade de recurso pela taxa básica total. A taxa base é uma taxa de rede fixa por bloco que foi incluída na EIP-1559.

Um pouco mais complexa, a segunda opção define uma taxa básica para usar recursos, mas inclui limites em cada recurso. Também haveria “taxas prioritárias”, definidas como uma porcentagem. Em seguida, esta porcentagem é multiplicada pela taxa básica, resultando no valor da taxa prioritária.

Mais trabalho para os mineradores

Por outro lado, nem tudo é positivo nesta atualização. Buterin afirmou que a desvantagem da estrutura de taxas multidimensional é que os mineradores não poderiam simplesmente aceitar transações em ordem de valor de taxa”. Ou seja, não seria possível aceitar as transações da maior para a menor taxa.

Neste caso, os mineradores teriam que equilibrar as dimensões de cada transação. Para isso, seria necessário resolver problemas matemáticos adicionais. Logo, é possível que parte deles se mostre resistente à nova proposta.

Contudo, a prioridade no momento é a próxima grande atualização. A rede ETH está atualmente se preparando para a Merge, que encaixará o ETH com a Beacon Chain e efetivamente acaba com a mineração via Prova de Trabalho (PoW). O teste já está em andamento na rede de testes, e a implantação completa é esperada no primeiro trimestre deste ano.

A EIP-1559 foi implantada em agosto como parte da atualização de Londres para queimar uma parte das taxas de transação, a fim de tornar a precificação das taxas mais previsíveis. Uma vez que foi ao vivo, 1,36 milhões de Ether (ETH), ou aproximadamente US$ 4,7 bilhões em valores atuais.

Leia também: El Salvador prepara conjunto de leis para regulamentar Bitcoin Bonds

Leia também: GameStop lança divisão focada em criptomoedas e NFT; ações disparam 19%

Leia também: Airbnb pode implementar pagamentos com bitcoin e criptomoedas em 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.