USDT receberá auditoria em breve, diz CEO da Tether

O CEO da Tether, Paolo Ardoino, prometeu que a empresa terá uma auditoria completa nos próximos meses. A afirmação foi dita em uma entrevista na CNBC que reuniu, além do CEO, o conselheiro geral da Tether, Stu Hoegner.

A promessa de auditoria veio num momento em que o lastro da USDT é rodeado por uma nuvem de suspeitas. De fato, Dan Burstein, CEO da Paxos, stablecoin rival da USDT, afirmou que a USDT não é uma stablecoin de verdade.

Nova auditoria em breve

De acordo com a direção da Tether, uma auditoria completa está chegando em breve. O advogado geral da empresa disse que haverá uma auditoria oficial a respeito das finanças que lastreiam a USDT, o que deve ocorrer nos próximos meses.

Esta auditoria da Tether foi adiada por muitos anos. Contudo, a recente pressão governamental sobre as stablecoins parece ter acelerado o processo. Ardoino e Hoegner afirmaram que, além de completa, a nova auditoria será inédita no mercado de criptomoedas.

“Estamos trabalhando para obter auditorias financeiras, que ninguém mais no setor de stablecoin já fez”, afirmou Hoegner.

A última auditoria da USDT foi divulgada em abril como parte de um acordo da Tether com a Procuradoria de Nova York. Contudo, o documento é visto como insuficiente, pois não traz onde e como as reservas de USD e USDT são mantidas.

Lastro pouco transparente

Hoegner também afirmou que a Tether visa ser a primeira emissora de stablecoins a obter auditorias financeiras. O conselheiro, no entanto, não revelou a data exata da auditoria, tampouco qual empresa será responsável pelo processo.

Ele também voltou a reforçar que a USDT possui lastro em dólares na proporção de 1 para 1. No entanto, explicou que essas reservas não são lastreadas 100% em dinheiro vivo.

De acordo com Hoegner, os ativos da Tether incluem participações em dólar. No entanto, a empresa também possui equivalentes em caixa, empréstimos, criptoativos e outros investimentos. O peso de cada um deles no lastro da USDT não foi informado.

É justamente essa pouca transparência, mesmo nas auditorias já divulgadas, que traz suspeitas a respeito da USDT. Para muitos economistas, uma possível falta de lastro e colapso da USDT podem causar um impacto significativo no preço do Bitcoin (BTC).

“Nem USDC nem a USDT são ativos digitais regulados, pela simples razão de que nenhum token tem um regulador. De fato, nem o USDC nem os tokens da Tether são stablecoins em qualquer outro sentido além do nome”, disparou o CEO da Paxos.

Com base no relatório de transparência divulgado em abril, o atual valor de mercado da USDT é de 62 bilhões, ou cerca de R$ 322 bilhões na cotação atual. Houve um crescimento de 195% desde o início, mas a Tether não realiza novas emissões de USDT desde maio.

Leia também: Protestos em El Salvador pedem fim do Bitcoin como moeda local

Leia também: Bitcoin e demais criptomoedas exibem mais valorizações

Leia também: Trader afirma: SafeMoon está longe de se recuperar, não esperem alta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.