TradingView analisa Bitcoin e a perda do suporte em US$ 30 mil

Com a recente perda e retomada do suporte em US$ 30 mil pelo Bitcoin, analistas do TradingView especulam os próximos passos. Confira o que os gráficos dizem sobre o mercado de criptomoedas!

Ductor Marcus

Muita gente acreditando que o BTC vai buscar os US$ 25 mil. Não gosto da ideia da perda dos US$ 28 mil, porque pode levar o preço até US$ 25 mil, ou até mesmo nos US$ 17 mil.

Avaliando o estocástico, mais uma aula para quem acha que sobrevendido é lugar de compra. O BTC continua caindo mesmo com o estocástico tão baixo.

O que define o mercado é tendência e pivots. Indicador é um efeito colateral dos anteriores e pode ser manipulado, as divergências servem como exemplo.

Não me odeiem por isso, mas quem deseja muito o Bitcoin em US$ 25 mil pode tomar o susto de ver ele perto dos US$ 17 mil.

Enquanto não houver definição de fundo, não tenho como mensurar o alvo em tendência de alta. Com a perda da tendência altista diária, precisamos de paciência para definir estratégias de curto prazo.

Veja o gráfico dinâmico.

BTC/USDT

Camila Descomplica

O Bitcoin descansa em Fibo, tendo como próximo alvo os US$ 28.500. O BTC precisa respeitar um suporte importante nos US$ 27.500 para não perder a tendência de alta.

Perdendo a marca de US$ 27.500, os próximos suportes estão em US$ 23.500 e US$ 18.500. Contudo, é possível que o BTC descanse na região entre US$ 27.500 e US$ 42.000 por um longo período.

De qualquer forma, parece que um triângulo descendente está sendo formado. Resta agora observar para onde será o rompimento.

Veja o gráfico dinâmico.

BTC/USDT

Rogério Anark

Em 2013, tivemos uma queda interessante do Bitcoin, tanto em preço quanto em RSI e RSI Stoch. À época, foi uma correção normal antes de retomar a alta.

Em 2017, este padrão não se repetiu, com a tendência anual indo apenas para alta — com o Bitcoin disparando sem parar. Em 2021, tivemos um gráfico parecido com 2013, e agora que poderemos ver se faz ou não sentido.

Se soubermos que na análise gráfica há um Roteiro de Wyckoff sendo executado, faz muito sentido o preço do Bitcoin voltar a subir nos próximos meses, assim como aconteceu em 2013.

Uma manipulação forçada fez o preço cair 50%, entretanto, o que devemos olhar de verdade é que talvez o preço nem deveria ter rompido os US$ 40 mil em abril.

Acredito que o preço acima de US$ 40 mil foi também um Roteiro de Wyckoff, mas de distribuição. Ou seja, vender os Bitcoins acumulados anteriormente.

Após a queda de 50% em maio, posso ter razão ao pensar que estamos em outro Roteiro de Wyckoff, desta vez de acumulação. Em outras palavras, entidades estão acumulando Bitcoins para, no final do roteiro, o preço voltar a subir.

Não faz sentido o preço cair no final de uma acumulação. Com as visões gráficas mensais, eu pude constatar que o preço do Bitcoin pode ainda sofrer uma reversão. Desta forma, uma alta ainda é possível, mesmo contra alguns indicadores.

O mercado é manipulado, a prova é Wyckoff. Basta aguardar mais algumas semanas.

Veja a análise completa.

BTC/USDT

Gustavo Correa

O Ethereum vem respeitando o canal descendente. Recentemente, ele atingiu exatamente o limite da zona de compra apontada no gráfico em US$ 1.712. Nesse cenário, vejo duas possibilidades:

  • Subir para testar a Faixa de Gaza, que coincide com a linha de tendência de baixa do canal, e voltarmos a cair;
  • Romper este canal para cima e ir buscar a Faixa de Gaza maior apontada no gráfico, embora seja menos provável.

De toda forma, não podemos fechar os olhos para o BTC. Se ele descer rio abaixo, a ETH vai junto. Próximos suportes estão em US$ 15.30 e US$ 1.300.

Veja a análise na íntegra.

ETH/USDT

Agora sobre o AXS: após uma curva de valorização de 950%, pela primeira vez o token passa por uma forte correção. Ontem, notícias envolvendo a paralização dos seus servidores geraram medo e desconfiança no mercado.

Qual o melhor ponto de compra visando o longo prazo? A zona de retração de Fibonacci entre 50% e 60% (descrita em verde para os amigos) parece ser um excelente ponto de compra para quem visa ter uma posição de longo prazo no AXS.

Essa zona compreende os preços entre US$ 16 e US$ 13. Obviamente, os preços podem buscar níveis ainda mais baixos. Assim, é importante ter isso em mente e fazer entradas fracionadas, visando o longo prazo e não um movimento de day trade.

Veja o gráfico dinâmico.

AXS/USDT

Disclaimer: As análises aqui apresentadas são apenas estudos. Elas não são recomendações de investimento, nem de compra nem de venda, tampouco refletem a opinião do veículo de mídia na qual estão sendo divulgadas. São estudos direcionados a pessoas com conhecimento e experiência no mercado financeiro.

Nossos Autores: Ductor Marcus, Camila Descomplica, Rogerio An4rk e Gustavo Correa.

Leia também: G20 aprova imposto para era digital; Bitcoin pode ser o próximo alvo?

Leia também: Descomplicando finanças: hábitos para uma vida financeira saudável

Leia também: Veterano do mercado brasileiro de criptomoedas conta como tudo era no início

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.