Tesla registra reserva de R$ 10 bilhões em Bitcoin, perda de R$ 530 milhões no trimestre

A Tesla divulgou um relatório com seus resultados anuais de 2021 e, de acordo com o documento, a empresa possui cerca de US$ 1,9 bilhão em Bitcoin (BTC). Com isso, a Tesla registrou uma perda não contabilizada de US$ 101 milhões, ou R$ 537 milhões em valores atuais.

Segundo os padrões contábeis, as perdas não realizadas se referem a ativos que perderam valor, mas não foram vendidos. Ou seja, as perdas da Tesla ocorreram por causa da desvalorização do BTC no período analisado.

O CEO da Tesla, Elon Musk, divulgou a perda no relatório, destinado à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC). No documento, Musk explica como os valores em BTC afetam a rentabilidade da empresa.

“No ano findo em 31 de dezembro de 2021, registramos aproximadamente US$ 101 milhões de perdas não realizáveis, resultantes de mudanças no valor contábil do nosso Bitcoin. Ao mesmo tempo, tivemos ganhos de US$ 128 milhões em certas vendas de Bitcoin por nós”, disse o documento.

A venda em questão ocorreu em abril de 2021, quando a companhia vendeu o equivalente a R$ 1,5 bilhão de sua reserva. Na época Musk afirmou que a operação visava “testar a liquidez” do BTC no mercado.

Em 8 de fevereiro de 2021, quase um ano atrás, a Tesla comprou US$ 1,5 bilhão em BTC como parte de sua estratégia de alocação de caixa. Quando a operação ocorreu, a criptomoeda atingiu a então máxima histórica de US$ 42.728,97.

Atualmente, um BTC vale cerca de US$ 43.811, mas sua máxima chegou a atingir os US$ 69 mil entre o último ano. Isso significa que, aos preços atuais, a Tesla ainda registra uma modesta valorização de 2,47% em seu investimento.

Bitcoin e padrões contábeis

O Conselho de Padrões Contábeis Financeiros (FASB, na sigla em inglês) exige que as empresas divulguem se houve prejuízo no valor de seus ativos digitais. Essa divulgação deve ocorrer independentemente se a perda for realizada ou não.

Perda não realizada significa que o valor dos ativos caiu, porém, a empresa não teve prejuízo contábil, já que não houve venda. Nenhuma obrigação do tipo existe caso os ativos digitais se valorizem.

A Tesla disse que investiu US$ 1,5 bilhão em Bitcoin no primeiro trimestre de 2021. O valor de mercado de suas participações de Bitcoin a partir do final de 2021 foi de US$ 1,99 bilhão.

Leia também: KPMG do Canadá compra Bitcoin e Ethereum para adicionar à sua tesouraria

Leia também: Axie Infinity e Decentraland prontos para alta de no mínimo 20% essa semana, diz trader 

Leia também: Bitcoin chega aos US$ 42 mil e analista aponta indicadores que reverteram tendência

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.