Talvez eu invista em Bitcoin, diz ganhador do Nobel de Economia

Na última sexta-feira (23), Robert Shiller, ganhador do Prêmio Nobel de Economia e professor na Universidade de Yale, revelou que pensa em comprar Bitcoin para “testá-lo”.

Em entrevista à CNBC, o economista mostrou-se impressionado com o mercado de criptomoedas. No entanto, caracterizou-o como “fonte de valor ambíguo”.

A análise do acadêmico se estendeu ao mercado tradicional também. De acordo com Shiller, o preço dos imóveis, ações e criptomoedas estão criando um ambiente de “faroeste”.

Bitcoin é considerado

Shiller mostrou-se preocupado com investimentos em ativos, inclusive os digitais. No entanto, ainda considerou o Bitcoin.

“Estava pensando em comprá-los para sentir o efeito. Muitas pessoas fazem isso na verdade. […] Nunca comprei Bitcoin, talvez eu deva participar desse mercado”, revelou.

Shiller destaca ainda a tecnologia em torno das criptomoedas, que o ganhador do Nobel classificou como “impressionante”. Apesar de exibir certo interesse pela criptomoeda, o economista caracterizou o valor do Bitcoin de ambíguo.

“A fonte final de valor é tão ambígua que tem muito a ver com nossas narrativas, e não com a realidade”, frisou.

Recentemente, o preço da criptomoeda flutuou depois de declarações equivocadas do magnata Elon Musk.

Medo de uma bolha no mercado

Preocupado com a formação de uma bolha no mercado, principalmente no imobiliário, Shiller diz que os preços de casas nunca estiveram tão altos.

Segundo o economista, o atual valor dos patrimônios lembra o cenário de 2003, dois anos antes do início da queda. Shiller diz que a desvalorização do mercado ocorreu gradualmente e estourou próximo à crise de 2008.

“Não acho que tudo seja explicado pela política do banco central. Algo está acontecendo na sociologia dos mercados”, pontuou.

Seguindo esta linha de pensamento, o acadêmico diz que um ambiente de “faroeste” domina os segmentos de habitação, ativos digitais e ações.

Embora o mercado de criptomoedas tenha disparado entre 2020 e 2021, o momento atual é de duras correções. Por fim, Shiller alerta que temores de inflação podem empurrar ativos para baixo, incluindo as criptomoedas.

Leia também: Bitcoin e Ethereum estão prestes a retomar a alta, diz analista

Leia também: Bitcoin pode bater US$ 42.000 este fim de semana, diz Augusto Backes

Leia também: Tokens de ICO valorizam mais de 500% em quase 10 dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.