Symbiosis Finance se integra à rede Avalanche

A missão da Symbiosis Finance é bastante simples: fazer com que se aumente a liquidez de qualquer cadeia em que esteja. A ideia é a de que o protocolo contribui com a rede agregando liquidez cambial de forma descentralizada, em qualquer blockchain compatível com EVM. Assim, é possível fazer com que haja a transferência de liquidez em qualquer cadeia, sem promover qualquer deslizamento.

Enquanto o protocolo Symbiosis Finance se executa, três aspectos vitais de qualquer rede de blockchain passam a ser otimizados: segurança, incentivo e descentralização. Dessa forma, há a sugestão de um sistema sem custódia, de forma que se aproveite todo o seu potencial e, sobretudo, sua engenharia de sistema multipartidário.

Como uma forma de incentivo à participação, os nodes que orientam a comunidade têm tokens para que possam processar trocas. Assim, a descentralização se dá. Dessa forma, qualquer pessoa pode se tornar um retransmissor, protegendo e criando um impacto positivo para o futuro do metaverso da blockchain.

Enquanto valor utilitário, a Symbiosis Finance oferece as melhores taxas disponíveis em várias redes, tendo, portanto, um monitoramento consistente das taxas de câmbio. Dessa forma, o número de pares criptográficos sob seu exame chega a milhares.

Sem ficar presa a uma determinada rede, o protocolo ainda contribui com a descoberta de rotas mais eficientes para as movimentações financeiras do usuário. Assim, sua interface é muito mais descomplicada e intuitiva. Não é necessário, também, ter qualquer conhecimento sobre um software específico para fazer a sua integração, tampouco fazer backup de seus arquivos para ter uma nova carteira em seu servidor.

Outro ponto essencial do protocolo é que não é necessário manter vários ativos diferentes apenas para pagar as taxas de gás. As transações sem gás em cadeia cruzada resolvem rapidamente esse problema econômico.

A integração do Symbiosis Finance com a Avalanche simboliza um pacto com a rapidez e princípios ecológicos

O anúncio de que a Avalanche passará a integrar esse tipo de protocolo é um grande avanço para a rede blockchain mais rápida e ecológica que existem até o momento. A Avalanche já é capaz de executar suas funções no menor tempo possível do mercado e é totalmente aberta e programável. Assim, temos possibilidades totalmente ilimitadas em relação ao desenvolvimento de aplicativos compatíveis com o Solidity, implementando blockchain de forma que todas as necessidades do app sejam contempladas.

Seu potencial de customização é tamanho, sendo possível construir uma máquina virtual e, ainda, definir todos os contornos do funcionamento de uma rede blockchain. Assim, é possível dimensioná-la para milhões de validadores, ainda que estejam utilizando uma capacidade de hardware mínima.

Enquanto isso, seus usuários contribuem com a proteção da plataforma deixando suas criptomoedas nativas em staking ou, ainda, bloqueados, criando garantias de segurança que já ultrapassam 50%.

Outro ponto que destaca a rede é o custo de implementação de contratos inteligentes. Atualmente, eles têm apenas um décimo do valor que a Ethereum cobra pela mesma função. Além disso, o EVM está já totalmente funcional na blockchain da Avalanche, que já figura como uma das principais e mais promissoras do mercado.

Aviso: este artigo tem a funcionalidade exclusivamente informativa, não constitui aconselhamento de investimento ou uma oferta para investir. O CriptoFácil não é responsável por qualquer conteúdo, produtos ou serviços mencionados neste artigo.

Leia também: CoinEx anuncia sistema DeFi com ótimos rendimentos

Leia também: Secret Network uma plataforma de privacidade de dados da Web3

Leia também: LGBT Finance: o token da 4º maior economia do mundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.