Serviços de nome Ethereum (ENS), o que você precisa saber

Os ENS já estão a alguns meses sendo requisitados, com empresas e pessoas pagando milhões de dólares em alguns endereços, entenderemos como eles funcionam.

O que são ENS

ENS é um serviço de nomenclatura distribuído, extensível e aberto baseado na rede Ethereum. O objetivo central do ENS é mapear nomes legíveis por humanos, como “john.eth”, para identificadores legíveis por máquina, como carteira MetaMask, Ethereum ou qualquer outro endereço de web3.

Por analogia, o ENS funciona semelhantemente ao Domain Name Service (DNS). Graças ao DNS, não necessitamos inserir um endereço IP quando queremos visitar um site. Em vez disso, procuramos ou digitamos o nome porque o DNS associa endereços IP a nomes de domínio que podem ser lidos por humanos.

O mesmo acontece com a ENS; mapeia endereços de carteira longos com nomes fáceis de ler. Como resultado, é fácil compartilhar endereços criptografados.

O ENS é edificado no Ethereum e foi projetado para ser uma versão descentralizada da internet. Assim, você pode criar sites seguros, privados e resistentes à censura, bem como enviá-los para o IPFS.

O ENS não cogita substituir o DNS, mas sim estendê-lo. Se você possui um nome de domínio DNS, também pode usá-lo com o ENS. Embora o sufixo de nome nativo para ENS seja .eth, ele também suporta muitos nomes DNS, como .com.

Para que serve

Assim como o DNS, o ENS possui um sistema hierárquica que permite que os proprietários de domínio emitem e controlem qualquer número de subdomínios, permitindo o uso de nomes legíveis por humanos.

Estes são essencialmente dois contratos inteligentes. O primeiro é o registro ENS, um banco de dados que armazena e registra todos os domínios e subdomínios e outros detalhes do proprietário do domínio. Nesse caso, o proprietário pode ser um usuário com endereço de criptografia ou outro contrato inteligente ao qual o registro concede o direito de emitir subdomínios.

Posto que, o serviço de nomes Ethereum existe na rede principal Ethereum e em outras redes de teste. Isso significa que, se você usar a biblioteca JavaScript do ENS.js ou qualquer aplicativo de usuário final, ele descobre autonomamente as redes com as quais interage. Consequentemente, a implantação do ENS fica disponível para essa rede específica.

Como adquirir um ENS

Para adquirir um ENS, você pode usar o aplicativo ENS para localizar, registrar e gerenciar domínios ENS (.eth). Uma carteira criptográfica sem custódia é necessária para se conectar ao aplicativo como MetaMask. Deve haver fundos suficientes para cobrir as taxas anuais de domínio, custos de transação e taxas de gás Ethereum. A taxa anual depende do número de caracteres no nome. No momento, nomes de quatro caracteres custam US$ 160 por ano, enquanto nomes de três caracteres custam US$ 640.

Visto que, o proprietário do domínio pode mover o domínio mestre ou subdomínios. O nome ENS é, na verdade, um token ERC-721 imutável, portanto, ao enviar um NFT, você pode transferi-lo para um endereço de carteira diferente. Como o nome ENS é NFT, também pode ser negociado no mercado NFT.

Conclusão

Os domínios ENS estão fazendo sucesso nos marketplaces e muitas pessoas querem adquirir o seu. O ENS mais caro vendido foi de 2 milhões de dólares e muitos nas redes sociais especulam que empresas pagarão preços maiores pelos seus ENS no futuro. Atualmente muitos ENS entram na moda, como foi o caso do alfabeto chines que tornou moda e seus preços ficaram muito acima da média.

Portanto, é de se esperar que os ENS entrem no Mainstream em breve e possamos ver diversas empresas incorporando esse tipo de endereço em seus domínios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.