SEC rejeita proposta de ETF de Bitcoin da SkyBridge

A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, a SEC, rejeitou, mais uma vez, um pedido para listar e negociar um fundo negociado em bolsa (ETF) de Bitcoin à vista.

Dessa vez, o ETF havia sido proposto em março do ano passado pela empresa de consultoria de investimentos First Trust Advisors e pela SkyBridge, fundo de hedge fundado pelo ex-diretor de comunicações da Casa Branca, Anthony Scaramucci.

As empresas se uniram para tentar obter a aprovação do ETF. Mas o órgão regulador disse em nota que o produto não atendeu “ao requisito de que as regras de uma bolsa nacional de valores mobiliários sejam ‘projetadas para evitar fraudes e atos e práticas de manipulação’ e ‘para proteger os investidores e o interesse público’”.

A justificativa se assemelha à dada pela SEC para rejeitar as propostas de Valkyrie e Kryptoin em dezembro de 2021.

Antes disso, o regulador já havia recusado propostas ETF de Bitcoin spot de VanEck e WisdomTree.

SEC recusa ETFs de Bitcoin à vista

Todas essas rejeições, na verdade, não são surpreendentes. Afinal, o presidente da SEC, Gary Gensler, já havia indicado sua preferência por um ETF de futuros de Bitcoin em vez de um ETF que detém o próprio Bitcoin.

Dois desses ETFs de futuros, o da ProShares e do Valkyrie, começaram a ser negociados em outubro.

Esses produtos foram inicialmente recebidos com muito entusiasmo pelos investidores com um grande volume de negociações.

Uma decisão sobre a proposta da Fidelity Investment para um ETF de Bitcoin spot também deve ser divulgada em breve.

Um ETF é um produto de investimento que permite aos investidores comprar ações que representam um ativo. No caso de um ETF de Bitcoin, os investidores não precisam lidar com o ativo, sozinhos.

Ou seja, podem podendo se expor à criptomoeda sem precisar se preocupar com aspectos como armazenamento e segurança.

Os ETFs futuros são diferentes dos ETFs à vista. Isso porque suas ações representam contratos que apostam no preço futuro do Bitcoin e não no próprio ativo.

Leia também: Twitter lança verificação para NFTs usados ​​como fotos de perfil; Elon Musk critica

Leia também: Mercado Livre adquire participação na 2TM, dona de exchange brasileira

Leia também: 300 pequenos bancos dos EUA devem oferecer negociação de Bitcoin em 2022, diz pesquisa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.