Santander tem lucro recorde e Caixa Seguridade faz grande IPO

O setor bancário brasileiro é conhecido por ser um dos mais lucrativos do mundo. E dois eventos, envolvendo Santander e Caixa, mostraram a sua força mesmo durante a pandemia de Covid-19.

Em seus resultados trimestrais, o banco Santander registrou o maior lucro de sua história no primeiro trimestre de 2021. Já o IPO da Caixa Seguridade captou R$ 5 bilhões e tornou-se o segundo maior do ano.

Lucro recorde impulsiona Santander

Os resultados do Santander foram bastante sólidos. A carteira de crédito do banco, que soma todos os empréstimos, atingiu R$ 424,7 bilhões ao fim do trimestre. O valor é 12,2% maior que o mesmo período do ano passado.

Já o Retorno sobre o Patrimônio Líquido (ROE) atingiu 20,9%. Apesar de forte, o resultado ficou 1,4 ponto percentual abaixo do registrado no primeiro trimestre de 2020.

No entanto, o lucro trimestral do Santander foi o grande destaque. O banco atingiu R$ 4,01 bilhões, um aumento de 4,1% sobre os R$ 3,85 bilhões registrados no primeiro trimestre de 2020.

Além do forte crescimento, o resultado atual foi o maior lucro trimestral registrado na história do banco. Isso mesmo com as restrições ainda impostas ao setor por causa da pandemia.

O Santander registrou R$ 3,16 bilhões na Provisão para Devedores Duvidosos (PDD). O valor foi menor que no mesmo período de 2020, quando R$ 3,93 bilhões foram destinados para PDD.

Esta provisão serve como uma proteção contra eventuais calotes e atrasos nos pagamentos. Mesmo assim, a inadimplência também registrou queda: 2,1%. O resultado foi 0,9 ponto percentual menor em comparação ao mesmo período do ano passado.

Por conta dos bons resultados, a ação do banco (SANB11) abriu o pregão da quarta-feira (28) em forte alta. Ela registra valorização de 4,37%, cotada a R$ 39,21.

ação do banco (SANB11)

Caixa Seguridade realiza IPO com sucesso

Enquanto o Santander consolidou resultados, uma das divisões da Caixa Econômica Federal realizou sua abertura de capital. Trata-se da Caixa Seguridade, divisão de seguros do banco estatal.

A oferta inicial de ações (IPO) foi concluída na terça-feira (27). No total, a Caixa Seguridade levantou R$ 5 bilhões. O preço das ações foi definido em R$ 9,67, dentro da faixa indicativa (entre R$ 9,33 a 12,67).

Com isso, o IPO da Caixa Seguridade tornou-se o segundo maior realizado em 2021 até o momento. O maior IPO do ano foi o da CSN Mineração, que abriu seu capital em fevereiro.

O grande volume se deu pela participação de pessoas físicas, que chegou a 55%. A média foi considerada alta – geralmente apenas 10% das ações de um IPO costumam ser direcionada a este público.

Segundo o Valor Econômico, a Caixa atraiu quase 150 mil pessoas físicas, boa parte clientes ou colaboradores do banco. No total eles compraram R$ 2,752 bilhões, o maior volume comprado por pessoas físicas já registrado num IPO no Brasil.

Com o IPO, a Caixa vendeu cerca de 15% da sua divisão de seguros para o mercado.

Leia também: Conversa com Bial fala sobre criptomoedas e educação financeira

Leia também: Lobo de Wall Street promete pump na Dogecoin em troca de seguidores

Leia também: Via Investor Day (VVAR3): Via Varejo anuncia mudanças e investimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.