Saiba se você tem mais Bitcoin do que a média dos investidores

O popular analista focado em Bitcoin, Willy Woo, compartilhou em sua conta no Twitter a quantidade média de BTC que os investidores a longo prazo possuem atualmente. Com base em dados da Glassnode, ele estimou que os chamados holders possuem, em média, 0,69 BTC. 

Considerando a cotação atual do Bitcoin de US$ 32.900, essa quantidade equivale a US$ 22.716. Ou seja, aproximadamente R$ 118.872, na cotação em reais.

Quantidade média de Bitcoin por pessoa caiu

A série de tuítes publicada por Woo mostra como essa quantidade média de BTC por investidor variou ao longo dos anos. Na verdade, o número está declinando ao longo do tempo, à medida que mais pessoas começam a usar o Bitcoin.

Em outubro de 2009, quando o Bitcoin ainda “engatinhava”, a quantidade era de cerca de 1.000 BTC por pessoa, em média. Naquela época, o Bitcoin não valia praticamente nada.

Dois anos depois, em maio de 2011, o valor caiu para 100 BTC, em média, por holder. Naquela época, uma unidade de Bitcoin valia cerca de US$ 3,50. Assim, o valor médio em dólares era US$ 350.

Ainda segundo a publicação de Woo, em janeiro de 2014, os holders detinham em média 10 BTC. Considerando o preço da criptomoeda na época, cerca de US$ 800, o valor total médio era de US$ 8.000.

Já há dois anos, em abril de 2019, os investidores de longo prazo detinham uma média de 1 BTC. Ou seja, US$ 5.200, considerando o preço da moeda digital na época. Atualmente, como mencionado, o valor médio é de 0,69 BTC.

De acordo com o analista, essa quantidade cai ainda mais se considerar os usuários que não interagem diretamente com a rede BTC. Ou sejam os investidores que mantêm seus Bitcoins nas exchanges.

Nesse caso, a média seria de 0,25 BTC por holders, segundo Woo, ou US$ 8.230.

1 bilhão de usuários de Bitcoin em 2025

Em fevereiro deste ano, conforme noticiou o CriptoFácil, Willy Woo estimou que, em 2025, é provável que haja 1 bilhão de usuários de Bitcoin.

Ele comparou o número de usuários da criptomoeda com o de usuários da Internet em seus estágios iniciais. Woo concluiu que, neste momento, a principal criptomoeda do mercado tem aproximadamente o mesmo número de usuários que a rede mundial de computadores tinha há mais de 20 anos, em 1997.

Entretanto, ele explicou que a adoção do Bitcoin está se expandindo muito mais rápido do que a Internet.

Leia também: Trader aponta 4 criptomoedas que podem subir mais de 100%

Leia também: Redução das taxas do Ethereum pode ocorrer em 2021

Leia também: Mesmo sofrendo hack, token dispara 200% em 24 horas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.