Saiba o que é um cartão de crédito consignado e como consegui-lo

O cartão de crédito consignado corresponde a uma modalidade especial. Disponível como serviço por diversos bancos e instituições financeiras, funciona de maneira diferente. Aliás, suas especificidades lhes permitem, inclusive, aos negativados.

Isso, pois, a fatura desse cartão se relaciona diretamente com o pagamento do benefício do INSS ou do salário do cidadão. Para entender melhor como ela funciona, todas as vantagens e desvantagens, continue lendo.

Abaixo, você encontra todas as informações sobre os cartões consignados, quem pode requerer e como conseguir. Por isso, não deixe de conferir como ele pode ser a solução financeira perfeita para você!

Como funciona o cartão consignado?

Geralmente um cartão de crédito funciona com a concessão de limite ao cliente. Então, ao final do período mensal cabe ao consumidor pagar a fatura com seus gastos. Embora o melhor seja pagar até a data de vencimento, isso cabe ao cidadão, que pode pagar a fatura de modo parcial ou total.

Por outro lado, quando estamos falando de cartão consignado isso funciona de modo um pouco diferente. Nesse caso, o cliente também conta com um limite de crédito para gastos. Entretanto, o pagamento da fatura (parte dela) se dá diretamente com desconto no salário ou benefício.

Isto é, antes do repasse do benefício do INSS ou do salário do trabalhador a ele, há o desconto do valor mínimo de fatura. Assim, o cliente do cartão de crédito consignado não recebe sua remuneração integral, mas já com descontos da fatura.

Cabe a ele, então, pagar o restante da fatura. Afinal, geralmente o desconto automático ocorre apenas no limite do valor mínimo de pagamento da fatura.

Assim, um cartão de crédito para aposentado do tipo consignado faz um desconto na aposentadoria do cidadão. Dessa forma, ele receberá o valor correspondente ao resultado da subtração do valor mínimo da fatura do valor total de benefício.

Vantagens e benefícios

Esse tipo de cartão de crédito para aposentado do INSS tem suas próprias vantagens. Por exemplo, ele fica disponível mesmo que o cidadão esteja com o nome sujo. Isso é possível justamente pelo desconto automático do valor da fatura em relação ao valor do benefício.

Assim, a instituição bancária diminui seus riscos de não receber o valor da fatura e de sofrer prejuízos. Afinal, garante desde logo que parte dela será quitada de forma automática.

O cidadão, nesse caso, não tem como impedir o desconto automático do valor mínimo da fatura diretamente no seu salário ou benefício. Ele ocorre por contrato que é informado à empresa, INSS ou órgão público.

Além disso, outra vantagem do cartão de crédito consignado é que ele geralmente possui melhores condições de pagamento e menores taxas de juros. Dessa forma, mesmo em casos de parcelamento do restante da fatura você pode se beneficiar.

Desvantagens do cartão consignado

Por outro lado, os cartões consignados também possuem suas desvantagens. Primeiramente, o valor de liberação depende, em alguns casos, do valor que o cidadão recebe de benefício do INSS ou como salário como servidor público.

Além disso, é preciso ter renda fixa e comprovada nesses casos. Por exemplo, microempreendedores individuais, autônomos e empresários não podem obtê-lo. Afinal, eles não possuem folha de pagamento e remuneração fixa.

Por outro lado, as instituições variam quanto aos cidadãos que aceitam como clientes nesses casos. Algumas, por exemplo, incluem os assalariados da iniciativa privada. Contudo, diversos se limitam aos pensionistas e aposentados do INSS e aos servidores públicos.

Dessa maneira, é necessário se informar, previamente, quanto aos convênios que cada banco possui.

Cartão consignado para negativados

Como falamos acima, muitos cartões consignados ficam disponíveis para negativados. Afinal, aqui sequer há a análise de inscrição no SPC e no Serasa. O que importa, na verdade, é a existência de renda fixa para se atrelar ao pagamento automático da fatura.

Portanto, a maioria das instituições com cartão consignado o disponibiliza para quem está com o nome sujo. Entretanto, é preciso ter benefício do INSS ou ser servidor público. Em algumas possibilidades, ainda, o trabalhador da rede privada com salário formal também é beneficiado.

Seja como for, isso se torna possível pelo fato de que a instituição limita seu risco de não receber os pagamentos de fatura. Isto se deve simplesmente ao desconto automático de parte do valor mensalmente.

Como conseguir um cartão consignado?

Para isso, primeiramente você deve encontrar uma instituição bancária que ofereça essa opção. Depois, analisar se você se enquadra nos requisitos do cartão que lhe interessou. Por exemplo, se você é trabalhador da rede privada, analise quais opções se ofertam nesse cenário.

Além disso, a maioria das opções tem contratação online atualmente. Dessa forma, basta que você baixe o aplicativo da instituição ou entre no site e faça o requerimento do cartão.

Para isso, lembre-se sempre de pesquisar sobre a idoneidade da empresa e sobre o cumprimento das condições que prometem. Depois, preencha os requisitos de requerimento e aguarde a proposta.

Caso haja a aprovação, você recebe seu cartão em casa em poucos dias. A partir daí, o valor mínimo da fatura tem desconto diretamente no seu salário ou benefício.

Melhores opções de cartão consignado

Mas como saber que está diante das melhores opções de cartão de crédito consignado? Para isso, não deixe de usar um simulador online para cartão de crédito. Ele é capaz de comparar as condições de cada uma das instituições.

Assim, compara taxas de juros, anuidades, valores de funcionamento do cartão e outras tarifas que eventualmente o serviço exija. Ao final, então, você garante que contratou o melhor serviço sob os menores preços. 

Considerações finais

Como vimos acima, o cartão de crédito consignado é  uma ótima opção para quem recebe benefícios do INSS, ou é servidor público ou assalariado com renda fixa mensal. Ainda, ele é perfeito para pessoas nessas condições que estejam com o nome sujo.

Afinal, aqui não há a análise da inscrição do sujeito em cadastros de negativação de crédito como o SPC ou o Serasa. Portanto, não deixe de buscar o seu cartão. Para garantir a melhor escolha, lembre-se de sempre usar os simuladores de crédito como o Juros Baixos.

Aviso: O texto apresentado nesta coluna não reflete necessariamente a opinião do CriptoFácil.

Leia também: Agenda de Resultados da Bolsa para o segundo trimestre

Leia também: Mercado de criptomoedas ameaça romper fundo, mas se recupera

Leia também: Ainda vale a pena investir em eventos de Bitcoin?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.