Ripple vai abrir capital quando processo da SEC chegar ao fim

Após o fim do processo movido pela Comissão dos Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, sigla em inglês), a Ripple ainda planeja vir a público. Brad Garlinghouse, fundador da empresa, confirmou a informação durante a Consensus 2021 da CoinDesk.

Garlinghouse confirmou ainda que o tribunal concedeu o processo de moção à Ripple na ação regulatória do XRP.

Ripple não desiste de IPO

Em janeiro de 2020, a Ripple disse pela primeira vez que entraria com um pedido para abrir capital nos EUA. Meses depois, a SEC abriu um processo regulatório contra a empresa.

No processo o órgão regulador justifica que a Ripple não tem autorização para ofertar o token XRP. A SEC alega ainda que o ativo digital é um valor mobiliário, ou seja, precisa de seu aval para ser negociado.

Sem previsão para o fim dessa batalha judicial, a Ripple optou por adiar o processo de IPO. “[Estamos] no meio de um processo da SEC, precisamos concluir isso”, disse Garlinghouse

No entanto, de acordo com o executivo, a probabilidade da Ripple se tornar uma empresa pública é alta.

Batalha judicial

Segundo Garlinghouse, o governo estadunidense é o único que enxerga o XRP como título, e não como um token.

Questionando tal argumento, a Ripple solicitou a um juiz dos EUA que obrigue a SEC a explicar o que levou a esta conclusão. Importante ressaltar que a entidade compreende Bitcoin e Ethereum como commodities.

“A boa notícia foi que o tribunal concedeu a moção da Ripple. […] Tudo o que pedimos, por dois ou três anos, é a clareza regulatória e, portanto, acho que isso é um progresso”, comentou Garlinghouse.

Como a ação refletiu nas parcerias

O CEO disse que o bloqueio da SEC não impediu que a plataforma firmasse novas parcerias no exterior. Apenas este ano, a Ripple assinou mais de 20 contratos com organizações do Sudeste Asiático.

No entanto, Garlinghouse admite que a ação judicial estremeceu as relações com a gigante financeira MoneyGram.

“MoneyGram e Ripple tiveram um relacionamento que representou alguns bilhões de dólares em transações de Liquidez sob Demanda (ODL, sigla em inglês). […] Pausamos essa parceria na esperança de obter clareza [regulatória]”, confessou.

Por fim, Garlinghouse estima que o processo da Ripple amplie as discussões sobre a regulamentação de criptomoedas.

Leia também: Nassin Taleb e Fernando Ulrich discutem sobre uso do Bitcoin como dinheiro

Leia também: Apple vai entrar nas criptomoedas? Empresa quer profissional da área

Leia também: 3 tokens para comprar agora e lucrar em junho, segundo veterano

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.