Rede da Solana tem novo problema e fica offline por quase sete horas

A rede Solana enfrentou novas dificuldades técnicas na quarta-feira (1). Dessa vez, os problemas causaram uma nova interrupção na rede. Durante quase sete horas, nenhum bloco ou transação foi processado na Solana.

Quando a interrupção ocorreu, a equipe correu para identificar qual havia sido o problema. Em seguida, o perfil da Solana no Twitter confirmou a paralisação e disse que os validadores reiniciaram as atividades da rede.

Foi a décima segunda dez que a rede da Solana apresentou problemas em 2022. Ou seja, a rede tem uma média de dois problemas a cada mês, contando com a falha da quarta-feira.

Nova falha paralisa transações

De acordo com o explorador de blocos Solana Beach, a rede da Solana enfrentou uma grande instabilidade às 13h da quarta-feira. Como resultado, os usuários ficaram sem conseguir enviar transações por exatas 6 horas e 48 minutos.

O status de Solana relatou o problema no Twitter há menos de três horas e pediu a todos os validadores que estejam preparados para uma reinicialização de rede. Coincidentemente, os validadores tiveram que tomar a mesma medida no início de maio, conforme noticiou o CriptoFácil.

Naquela ocasião, a Solana também deixou de produzir blocos por sete horas. O lançamento de uma coleção de NFTs que sobrecarregou a rede causou o problema, de acordo com a rede. Os usuários realizaram milhões de transações por segundo (TPS), muito acima da capacidade da rede.

Contudo, o excesso de demanda não causou a falha de terça-feira, mas sim um problema nos blocos. Os nós passaram a gerar resultados diferentes para um mesmo bloco. Isso, por sua vez, travou a validação dos blocos, causando instabilidade.

“Um bug no recurso de transações de nonce durável levou ao não-determinismo, quando os nós geraram resultados diferentes para o mesmo bloco. Isso impediu a avanço da rede”, explicaram os desenvolvedores.

Para remediar o problema, os engenheiros vão lançar uma atualização que desativará temporariamente o recurso durável de transação de nonce. Dessa forma, o recursos servirá como uma solução paliativa até a equipe desenvolver algo definitivo.

Embora a falha tenha sido grave, ela não afetou os fundos dos usuários, que permanecem seguros. Todavia, nenhum validador conseguiu criar blocos e, como resultado, nenhum usuário pode realizar transações. Atualmente, os blocos estão sendo validados normalmente e não há sinais de problema.

Sequência de falhas

Criada para ser uma das principais concorrentes do Ethereum (ETH), a Solana virou alvo de constantes falhas no processamento de transações. As interrupções por horas seguidas são o mais comum desses problemas; de fato, a rede experimentou a primeira queda em menos de um mês.

Em setembro, a Solana sofreu uma interrupção semelhante devido à “exaustão de recursos”. Isto causou uma negação de serviço em toda a rede, que não processou blocos.

Outro problema ocorreu em janeiro, quando a rede sofreu uma grande desaceleração. As transações não foram interrompidas, mas a rede experimentou lentidão em seu fluxo de transações.

Por fim, a rede experimentou uma falha há uma semana, que afetou a Prova de Histórico (PoH). Com isso, a Solana passou a registrar blocos com 30 minutos de atraso em relação ao tempo real.

Normalmente, a Solana consegue processar duas mil TPS, mas este número pode chegar a 50 mil TPS. Esta escalabilidade cria transferências mais rápidas e baratas – isso quando elas são processadas.

Por outro lado, o Ethereum continua operando sem grandes falhas. Mas a rede deixou de processar cerca de 1,2 milhão de transações em abril.

Leia também: FTX passa a Coinbase entre as maiores exchanges do mercado

Leia também: Mark Cuban diz que Bear Market é bom para o mercado

Leia também: Volatilidade em alta: Bitcoin cai 4% e derruba criptomoedas. Solana cai 8% após interrupção na rede

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.