Protocolo DeFi focado em descentralizar opções recebe atenção

O protocolo Lyra recebeu mais de R$ 15 milhões em uma recente rodada de financiamento. Focado na rede Optimism do Ethereum, o Lyra quer se tornar o primeiro protocolo a popularizar opções descentralizadas.

Contratos de opções permitem comprar ou vender um ativo a um determinado preço e data. Contudo, ainda não há no Ethereum uma plataforma que viabilize essas operações.

Além disso, o Lyra está atrelado com Synthetix, outra plataforma do ramo DeFi que recentemente recebeu bastante atenção.

Opções descentralizadas

O pioneirismo do projeto foi abraçado por famosos investidores do mercado de criptomoedas. Framework Ventures e ParaFi Capital lideraram os investimentos.

Ainda participaram da rodada de investimento DeFi Alliance, Orthogonal, Robot Ventures e Apollo Capital. Tendo em vista o pioneirismo do protocolo e a quantidade considerável de fundos recebidos, é possível que o Lyra consiga implementar uma importante ferramenta em DeFi.

Não apenas isso mas, com o lançamento da mainnet previsto para este trimestre, é possível que o token SNX valorize. SNX é o token nativo do protocolo Synthetix.

Relação entre Lyra e SNX

Synthetix é um protocolo que “sintetiza” ativos do mundo real por meio do seu token SNX. ao mesmo tempo, o Lyra é um protocolo para transacionar com Bitcoin e Ethereum opções de ativos do mercado financeiro europeu.

De acordo com um trecho contido no anúncio de lançamento do Lyra, o protocolo de opções “automaticamente negocia comprado e vendido no ativo real por meio do Synthetix”.

Ademais, gerenciar o risco permite ao Lyra apresentar taxas mais baixas do que plataformas centralizadas. O projeto é mais uma forma de acessibilidade ao mercado financeiro tradicional de forma descentralizada.

Outro exemplo são as ações tokenizadas, que se tornam mais acessíveis a investidores quando são divididas em frações. Entretanto, pode haver um problema.

Postura recente da SEC

Gary Gensler é o chefe da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês). Recentemente, ele afirmou que títulos financeiros tokenizados ainda são títulos financeiros.

Assim, eles devem seguir as regras da SEC. Isso poderia causar problemas para o Lyra no futuro, ainda que não apresente problemas no curto prazo.

Uma vez que as negociações feitas no protocolo se baseiam no mercado europeu, é possível que o Lyra fuja de possíveis investidas da SEC.

Entretanto, isso pode limitar as ofertas do protocolo, que possivelmente evitará os EUA caso haja uma investida contra ativos sintéticos.

De qualquer forma, contratos de opções descentralizadas podem impulsionar ainda mais o ecossistema DeFi.

Leia também: Bloomberg: Bitcoin chega em US$ 60.000 antes de US$ 20.000

Leia também: Ethereum pode atingir R$ 15.500 enquanto Dogecoin baterá R$ 1,55

Leia também: Bloomberg: executivos de Tether são investigados por fraude bancária

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.