Ministério do Turismo apoia festival de música com NFTs próprios

Em apoio à cultura, o Ministério do Turismo é um dos propulsores de um festival musical que lançou NFTs na quinta-feira (29).

Como noticiado pelo Cointelegraph Brasil, o órgão público é um dos apoiadores do m-v-f reloaded, encontro de artistas online, produzido pela Music Video Festival.

O festival, que durou entre os dias 27 e 29, reúne diversas atividades culturais. Materiais produzidos pelos artistas fazem parte da coleção de NFTs gerida pelo projeto.

Festival e NFTs

O m-v-f reloaded promove encontro entre artistas brasileiros e estrangeiros para discutir sobre processos de produção e lançamentos de vídeos.

Este ano, o festival traz um assunto de destaque: tokens não fungíveis. O artista digital Matheus Leston aborda o assunto e expõe sua coleção desenvolvida junto com a banda ATR.

Segundo os organizadores, uma curadoria selecionou conteúdos criados pelos artistas para virarem tokens ERC-20.

“O m-v-f adora inovações e tecnologia. Apresentamos uma seleção de NFTs desenvolvidos pelo festival em parceria com artistas visuais e músicos”, informa o festival.

Dado seu apoio, o Ministério do Turismo tornou-se o primeiro órgão público a participar do lançamento de NFTs no mundo.

Ecossistema blockchain promove arte

A programação do festival também contou com uma oficina gratuita explicando o universo de NFTs. Os facilitadores Taís e Rodrigo Koshino esclareceram dúvidas sobre os tokens raros e ensinam a negociá-los na plataforma Hic et Nunc.

“Os NFTs oferecem uma nova possibilidade de empoderamento da indústria criativa como um todo, além de promover colaborações inéditas. Uma mesma obra pode ser resultado do trabalho de mais de um artista, com as participações devidamente reconhecidas […] como é o caso dessa ação do m-v-f-. Já tínhamos meio caminho andando com o desenvolvimento visual dos sets. Desdobrar esses conteúdos em NFTs me pareceu um caminho que fazia sentido”, disse Lia Vissotto, idealizadora do festival.

Nos últimos meses, os NFTs ganharam mais espaço entre os entusiastas da arte. Recentemente, o Museu Hermitage, na Rússia, informou que sediará a primeira exposição de tokens ERC-20 no país.

Leia também: Bitcoin tem abril mais fraco da história, mas maio pode ser muito bom

Leia também: Mineradores de Ethereum acumulam mais de R$ 7 bilhões em abril

Leia também: Binance vai dar R$ 500 mil em criptomoedas em competição de trade

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.