Máquinas antigas de mineração de Bitcoin podem ‘desligar’ com queda do BTC abaixo de US$ 24 mil

A baixa do mercado cripto, sobretudo do Bitcoin (BTC), está impactando não só o bolso dos investidores, mas também as atividades relacionadas, como por exemplo, a mineração.

Nesta segunda-feira (13), o preço do BTC ficou abaixo de US$ 23.000 pela primeira vez desde dezembro de 2020, confirmando o chamado “inverno cripto”.

Com o preço em queda livre, as máquinas mais antigas para minerar BTC podem ser desligadas. Isso porque esses equipamentos estão tendo dificuldades para gerar receitas positivas.

Mineração de BTC em baixa

De acordo com dados obtidos pelo F2Pool, a lucratividade de muitas máquinas ASIC (circuito integrado específico de aplicativos) ficou negativa após o Bitcoin cair para menos  de US$ 23.000.

Essas máquinas incluem, por exemplo, o Antminer S11 e o AvalonMiner 921, que agora estão perto de seu “preço de desligamento”.

A Bitdeer, serviço de compartilhamento de informações sobre máquinas de mineração, compartilhou em sua conta no Twitter uma lista com os preços de desligamento de máquinas.

Como mostra a tabela acima, o Antminer S17+/67 já atingiu o “preço de desligamento”. Da mesma forma, o Antminer S17+/73T está perto de fazê-lo.

Antminer S11 da Bitmain

Já o Antminer S11 da Bitmain, um dos mais populares do momento, oferece uma taxa máxima de hash de 20,5 Terra-hash por segundo (TH/s). Ao mesmo tempo, tem  um consumo de energia de 1.530 watts.

Enquanto isso, o seu custo de operação é de 0,13 quilowatts por hora (KW/h) com base no custo médio de eletricidade. Como resultado, o equipamento consumiria cerca de US$ 4,5 em energia todos os dias.

A título de comparação, a receita gerada no período é de cerca de US$ 2, de acordo com dados coletados pela ASIC Miner Value e reportados pelo Cointelegraph.

De forma similar, o custo de operação do AvalonMiner 921 da Canaan chega a cerca de US$ 5 por dia . Enquanto isso, a receita é de pouco mais de US$ 2 no mesmo período.

Conforme mostram os dados do “Bitcoin Hashprice Index”, de junho de 2021 a junho de 2022, os ganhos dos mineradores de BTC caíram de US$ 0,412 para por TH/s/dia para US$ 0,11 por TH/s/dia. Ou seja, uma queda de mais de 75% em apenas 8 meses.

As perdas dos mineradores coincidem com a queda na taxa de hash de mineração do Bitcoin. A taxa saiu de uma alta histórica de 239,15 exa-hash por segundo (EH/s) em 6 de junho para 189,72 EH/s nesta segunda-feira (13), de acordo com dados do CoinWarz.

Isso indica que os mineradores estão supostamente desligando plataformas de mineração não lucrativas. E isso poder continuar caso o preço do BTC não se recupere.

Leia também: Binance reestabelece retiradas de Bitcoin

Leia também: Fintech de blockchain Colb Asset levanta R$ 13 milhões em investimentos

Leia também: Baleia realiza grande venda de ETH e preço cai abaixo de US$ 1.000

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.