Maior cartão postal do Brasil, o Cristo Redentor, terá uma criptomoeda propria

Para comemorar o aniversário de 90 anos, o maior cartão postal do Brasil, o Cristo Redentor, localizado no Rio de Janeiro, irá lançar uma série de atividades, inclusive uma criptomoeda própria.

Conforme revelou o jornal O Globo, a proposta do padre Omar Raposo, reitor do Santuário Cristo Redentor, é que o monumento esteja conectado a nova economia digital. Para isso, um criptoativo próprio para o Cristo vem sendo pensado.

No entanto, Raposo não revelou muitos detalhes de como funcionará a moeda digital do Cristo. Na prática, ela poderia ser usada como forma de pagamento para acessar o ponto turístico ou poderia ser, na verdade, uma série de NFTs sobre a obra histórica.

“Quero também fazer a criptomoeda do Cristo. Deus inspira. Nos antecipamos à Agenda 2030. Nosso eixo norteador é a sustentabilidade, e o Cristo Redentor vai exercer esse protagonismo”, afirmou padre Omar.

Ainda de acordo com Raposo, o lançamento de uma criptomoeda para o Cristo, juntamente com outras iniciativas que vêm sendo desenvolvidas pelo santuário, estão alinhadas com o pensamento do Papa Francisco.

Afinal, o pontífice defende “uma economia socialmente justa, economicamente viável, ambientalmente sustentável e eticamente responsável”.

“Agora é a vez do Cristo que desce a montanha para fazer o bem. A pandemia nos obrigou a admitir a prática assistencialista. A emergência era comida, agora, vamos migrar para o empreendedorismo, investir em capacitação, emprego e renda. Fechamos, assim, um ciclo, e não vão faltar parceiros”, destacou o padre Omar Raposo.

Cristo Redentor

Além da criptomoeda, para ajudar nas obras sociais, foi lançado o Fundo de Investimento do Cristo Redentor. O fundo foi registrado pela Comissão de Valores Imobiliários (CVM) e já conta com R$ 30 milhões e 26 cotistas.

No caso do fundo, a taxa de 80% de administração será destinada às obras sociais do Santuário.

A Agenda 2030, tema dos 90 anos do monumento, é um plano de ação firmado pelos Estados-membros da ONU em 2015 e que conta com 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Entre eles estão a erradicação da pobreza, a igualdade de gênero e o consumo e a produção responsáveis.

Todas essas metas a serem alcançados até 2030, estão inscritas no QG do Santuário Cristo Redentor, no Jardim Botânico.

Leia também: Consórcio de blockchain dos bancos R3 compra plataforma e mira tokenização

Leia também: Tether e Bitfinex são condenados a pagar multa de US$ 42,5 milhões à CFTC

Leia também: Câmara aprova projeto que destina Bitcoins apreendidos de golpes para combate ao câncer

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.