Inflação nos EUA desacelera em agosto e afasta risco de redução nos estímulos do Fed

O Consumer Price Index (CPI), índice oficial de inflação nos Estados Unidos, teve desaceleração em agosto. De acordo com dados oficiais do Escritório de Estatísticas e Trabalho (BLS, na sigla em inglês), a alta foi de 0,3% em agosto, contra 0,5% registrado em julho.

Trata-se do menor aumento mensal no CPI desde janeiro de 2021, além de representar queda de 67% frente o recorde de junho. No entanto, a alta acumulada do CPI em 12 meses ainda supera os 5% – exatamente 5,3%.

Evolução do CPI nos últimos 12 meses. Fonte: BLS.

Os índices foram ligeiramente inferiores aos esperados pelos analistas do mercado. O consenso geral era de uma inflação de 5,4% em 12 meses e 0,4% no mês.

Gasolina, moradia e alimentos foram os principais aumentos dentro do CPI em agosto. O preço da gasolina subiu 2,8% e contribuiu também para um forte aumento na energia. Já os alimentos tiveram alta mais modesta: 0,4%.

Excluindo energia e alimentos, o CPI teve alta de 0,1%, a menor registrada desde fevereiro. Dessa forma, a inflação dá sinais de que chegou ao seu topo entre abril e junho, quando o CPI teve altas de quase 1%.

Entre ganhos e perdas

Conforme os dados do BLS, as maiores altas nos últimos 12 meses foram nos preços da energia e combustíveis. A primeira cresceu 25% no período, enquanto o preço da gasolina subiu 42%.

O Preços de carros e caminhões usados, em contrapartida, apresentaram caminho oposto. ambos registraram queda de 1,5% em agosto, mas ainda acumulam alta de 31,9% em 12 meses. Os serviços de transporte também recuaram, com queda de 2,3% em agosto.

Os preços de veículos novos, porém, subiram 1,2%.

Fed mantém cautela com índices de preços

Segundo economistas do Federal Reserve (Fed), o pico da inflação já ficou para trás. Consequentemente, a tendência é de que os preços não voltem a subir a partir daqui.

Eles também atribuíram a disparada atípica do CPI a uma série de motivos externos. Entre eles estão os os gargalos da cadeia de suprimentos, a escassez de produtos críticos, como semicondutores e a demanda de mercadorias relacionada com a pandemia de Covid-19.

Os mercados esperam que o Fed comece a reduzir algumas das políticas de compra de ativos e impressão de dinheiro. Contudo, a inflação abaixo das expectativas pode fazer com que o Fed resolva postergar esse processo. Para isso, os índices de inflação precisam continuar dentro das expectativas do Fed.

Leia também: Solana é atingida por instabilidade devido a “esgotamento de recursos”

Leia também: Crise na China Evergrande pode impactar preço do Bitcoin: entenda

Leia também: Brasileiros são taxados na importação de carteiras cripto mesmo país tendo zerado alíquota; entenda

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.