Hash rate do Bitcoin tem o menor nível desde novembro de 2020

Após a ordem do governo chinês em desligar pools de mineração na província de Sichuan, a hash rate do Bitcoin caiu para os níveis de novembro de 2020. Segundo dados do BitInfoCharts, a taxa de processamento da blockchain está atualmente em 91,2 EH/s.

Os níveis atuais representam uma queda de 46% frente a sua máxima registrada em maio, de 171,3 EH/s. Neste cenário, um analista alerta para uma nova onda de pânico invadindo o mercado. Com isto, o preço do Bitcoin pode testar níveis mais baixos.

Queda na hash rate

A última vez que a hash rate do Bitcoin ficou abaixo de 90 EH/s foi em 3 de novembro de 2020. Com o aquecimento do mercado de criptomoedas este ano, a taxa manteve-se alta por meses.

O índice elevado significa que mais mineradores estão competindo para validar blocos na blockchain. Ou seja, conforme novos dispositivos de pools disputam espaço, mais hash rate adentra a rede.

Tendo em vista que a maior parte dos pools de mineração está na China, as ações do governo local impactam consideravelmente a criptomoeda.

Recentemente, a província de Sichuan suspendeu o fornecimento de energia elétrica aos pools. Consequentemente, mineradores foram forçados a desligar seus dispositivos.

“Vamos testemunhar algo histórico na mineração do Bitcoin esta noite. Todos os pools de mineração serão fechados às 12h, horário de Pequim. A hash rate já caiu significativamente após o governo de Sichuan anunciar o fechamento dos pools de mineração na região”, disse Molly, executiva da Hashkey Hub.

No sábado, pools de mineração já exibiam retração no volume de processamento. A 1THash reduziu sua atividade em 25,32%, enquanto o pool da Binance declinou 7,61%.

Mineradores descontentes

Um vídeo foi publicado no Twitter pelo repórter chinês Colin Wu. Ele mostra mineradores desconectando seus equipamentos após a investida do governo chinês.

Para o trader Wellington Silva, as duras políticas da China provocarão uma nova onda de pânico no mercado.

“Começou o FUD novamente, preparem-se para uma queda ainda maior”, alertou. O termo FUD utilizado pelo analista refere-se a “medo, incerteza e dúvida” que rondam os investidores.

Em paralelo a isto, a China segue testando o yuan digital na capital do país e em outras cidades. Recentemente, mais de 3 mil caixas eletrônicos (ATHs, sigla em inglês) foram habilitados em Pequim para transacionar com a moeda digital.

Leia também: Bitcoin pode cair mais 40% se perder importante suporte

Leia também: MaticBot: possível golpe de Bitcoin promete 200% em apenas 60 dias

Leia também: Bitcoin é seu próprio inimigo e será superado pelo Ethereum, diz criador da Cardano

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.