Gestora brasileira leva ETF de criptomoedas para o Chile em parceria com BTG

Um dos ETFs de criptomoedas mais populares no Brasil vai desembarcar no Chile.

Isso porque a gestora brasileira Hashdex Asset Management, responsável pelo fundo negociado em bolsa, firmou uma parceria com a subsidiária do BTG Pactual no Chile para levar o produto de investimento em cripto HASH11 para o país. Este ETF é um dos mais negociados na B3, a bolsa de valores brasileira.

Conforme noticiou o Valor, a versão chilena do ETF vai se chamar BTG Pactual Hashdex Nasdaq Crypto IndexTM Fondo de Índice.

Trata-se do primeiro fundo de investimento em ativos digitais, acessível para investidores do varejo do país. Desde a última segunda-feira (29), os chilenos já podem investir no produto.

ETF de cripto de gestora do Brasil chega ao Chile

De acordo com a head de growth da Hashdex, Roberta Antunes, esta expansão para o Chile faz parte da estratégia da gestora em levar os criptoativos para outros países da América Latina além do Brasil. A iniciativa marca a entrada da Hashdex no mercado latino-americano

“Essa é uma parceria para a gente começar a testar mercado na América Latina fora do Brasil por meio dos nossos parceiros. Os investidores chilenos terão acesso aos ativos do índice como se estivessem comprando o HASH11 no Brasil”, disse Antunes.

Enquanto isso, o gestor de portfólio da BTG Pactual Asset, Francisco Bize, destacou que o ETF de cripto da Hashdex vai atender a uma demanda dos investidores chilenos.

Segundo ele, esta será uma forma de “se aventurar” no mundo cripto de maneira segura, em um ambiente regulado, e descomplicada

“Esses investidores até então não dispunham de instrumentos no mercado local que permitissem isso”, disse ele.

O BTG Pactual Hashdex Nasdaq Crypto IndexTM Fondo de Índice segue o índice Hashdex Nasdaq Crypto IndexTM. Este índice foi desenvolvido pela Hashdex em parceria com a Nasdaq e é rebalanceado a cada três meses.

Hoje, cerca de 90% dos recursos do fundo são investidos nas maiores criptomoedas do mercado, o Bitcoin (BTC) e o Ethereum (ETH).

O ETF é um produto com foco em investidores com perfil mais “agressivo”. Ou seja, é para aqueles que são mais tolerantes ao risco.

O valor mínimo de investimento no Chile é de US$ 50, cerca de R$ 250, na cotação atual em reais. Os investidores podem fazer aplicações no fundo por meio da plataforma chilena do BTG.

Sobre o HASH11

Lançado no Brasil em abril de 2021, com autorização da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o HASH11 é o primeiro ETF de criptomoedas do Brasil.

O ETF chegou a ter um patrimônio de mais de R$ 3 bilhões no final do ano passado. Dados do dia 26 de agosto mostram que o HASH11 tem, agora, um patrimônio de  R$ 1,1 bilhão, devido à queda das criptomoedas.

Leia também: Bitcoin em constante queda! Como agir?

Leia também: Projeto GameFi desiste de lançamento na Avalanche após acusações contra Ava Labs

Leia também: Analista indica que hype do The Merge pode impulsionar alta, mas há níveis fortes a serem vencidos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.