FSB apresentará leis internacionais para criptomoedas ao G20

O Conselho de Estabilidade Financeira (FSB) publicou uma carta nesta segunda-feira (11), prometendo apresentar ao G20, um conjunto de leis internacionais para as criptomoedas.

Segundo a FSB a apresentação das normativas acontecerá em outubro de 2022 e permitirá trazer novas regulamentações para moedas estáveis.

No documento divulgado pela FSB é possível observar as “vulnerabilidades das criptomoedas” que podem ter impacto no sistema tradicional e as medidas que a organização considera que devem ser tomadas para evitar um colapso financeiro.

O que é o Conselho de Estabilidade Financeira (FSB)

O Conselho de Estabilidade Financeira (FSB) é um órgão internacional criado em 2009, que monitora e faz recomendações sobre o sistema financeiro global.

Este conselho é formado por grandes nomes das finanças internacionais como o presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, e Gary Gensler, presidente da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA.

Os objetivos do FSB incluem:

  • Identificar vulnerabilidades que possam afetar o sistema financeiro e ações para contorná-las.
  • Promover intercâmbios de informações entre reguladores responsáveis pela estabilidade financeira.
  • Monitorar e orientar sobre desenvolvimento de mercado e suas implicações para a política regulatória.
  • Recomendar e monitorar o uso de melhores práticas regulatórias.
  • Participar em esforços conjuntos de revisão de políticas de seus membros a fim de assegurar que o trabalho seja coordenado e focado em prioridades.
  • Definir estratégias e dar suporte a colegiados de supervisão.

Por esta razão é esperado que as leis apresentadas pelo conselho tenham grande impacto na coordenação global sobre possíveis regulações no ecossistema das criptomoedas.

A adoção das Stablecoins levaria a uma “crise financeira”

O documento emitido pelo FSB sugere que as moedas estáveis ou “Stablecoins” devem ser capturadas por uma regulamentação sólida e pela fiscalização das autoridades competentes de cada país.

A entidade sustentou que a crescente adoção dessas criptomoedas como forma de pagamento, acabaria por ter um papel importante e poderia ocasionar uma crise no sistema financeiro mundial durante os próximos anos.

Segundo a FSB esta categoria de ativos devem cumprir altos padrões regulatórios e de transparência, além de manter em todos os momentos as reservas que preservam a estabilidade do valor e cumprir os padrões internacionais previamente estabelecidos.

Leia também: STEPN inicia programa trimestral de queima de tokens

Leia também: Mercado de criptomoedas é um “esgoto aberto de malfeitores”, afirma Charlie Munger

Leia também: Celsius paga empréstimo com Aave e transfere US$ 418 milhões para carteira desconhecida

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.