‘Faraó dos Bitcoins’ se filia ao Democracia Cristã para concorrer a Deputado Federal pelo Rio

Em fevereiro deste ano, o CriptoFácil noticiou que Glaidson Acácio dos Santos, o “Faraó dos Bitcoins” – preso preventivamente por liderar um esquema de pirâmide financeira disfarçado de consultoria de investimento em criptomoedas – estava buscando um partido político para se candidatar às eleições de 2022. E ele encontrou.

Mesmo de dentro da cadeia, no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio, Glaidson se filiou ao partido Democracia Cristã (DC). Ele pretende se candidatar a deputado federal pelo Rio de Janeiro.

De acordo com uma reportagem publicada pela revista “Veja”, o ex-pastor da Igreja Universal do Reino de Deus se juntou à sigla de José Maria Eymael, pré-candidato na disputa pela presidência da República.

Candidatura de Glaidson, o Faraó dos Bitcoins

Conforme destacou a defesa de Glaidson em nota, ele está preso de forma preventiva. Assim, há condenações na Justiça e sua candidatura não pode ser barrada pela Lei da Ficha Limpa

“A defesa de Glaidson dos Santos informa que ele não foi condenado em nenhuma instância e se encontra há mais 200 dias preso por prisão preventiva decretada em caráter cautelar, sem qualquer sentença, portanto. A defesa tem certeza que as alegações feitas até agora contra Glaidson são uma compilação de elementos frágeis, sem provas e que não resistirão quando e se forem confrontados com o amplo contraditório”, disse a equipe de Glaidson em nota.

Ainda segundo a reportagem, Glaidson quer se lançar aos eleitores com o codinome Moisés, personagem bíblico que libertou os hebreus. Muitos de seus seguidores e investidores já o chamam dessa forma.

Glaidson e caso GAS

A prisão de Glaidson ocorreu durante a Operação Krypto, deflagrada pela Polícia Federal em agosto do ano passado.

O ex-pastor teria sido o responsável por operar um esquema de pirâmide financeira que prometia altos rendimentos por meio de investimentos em criptomoedas.

Com sede em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, a GAS Consultoria prometia rendimentos mensais de 10% sobre o valor aportado. Mas, desde que Glaidson foi preso, os clientes da GAS estão sem receber os repasses prometidos.

De acordo com as investigações, Glaidson teria movimentado cerca de R$ 38 milhões com o esquema fraudulento. O “Faraó dos Bitcoins” foi indiciado pelos crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa e crimes contra o sistema financeiro nacional.

Além disso, é acusado de ser o mandante de uma tentativa de homicídio contra seu concorrente Nilson Alves da Silva. “Nilsinho” foi alvo de um atentado em março de 2021 em Cabo Frio, mas sobreviveu.

Glaidson abre canal de contato com clientes

Conforme noticiado pelo CriptoFácil no final do mês de abril, foi criado o perfil no Instagram @glaidsonacaciodossantos. Os responsáveis pelo perfil prometem que Glaidson vai responder diretamente todas as perguntas de clientes da GAS, imprensa ou outros interessados.

O perfil já tem mais de 18,4 mil seguidores e quatro publicações. A última delas é um vídeo gravado por André Hespanhol, que se apresenta como advogado de Glaidson.

No vídeo, André diz, entre outras coisas, que Glaidson se comprometeu a “solucionar todos os créditos e pagar até o último centavo” aos investidores. Segundo ele, seria um grande acordo envolvendo os credores, a Justiça e o Glaidson.

“Mas não há nada decidido ainda. É preciso construir essa solução. Estamos trabalhando há meses em cima dela (…). Para que ela fique bem-feita, tem que ser bem estruturada. Não há milagres nem milagreiros. Há a determinação do Glaidson de cumprir a palavra dele e muito trabalho”, disse André .

Leia também: Cuba pode superar El Salvador na adoção do Bitcoin

Leia também: Google Cloud estabelece nova equipe para infraestrutura Web3

Leia também: Bitcoin ainda pode cair mais e chegar a US$ 18.179, diz analista

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.