Evento para derreter o preço do Bitcoin foi atrasado pela recuperação

A recuperação no preço do Bitcoin (BTC) nas últimas 48 horas pode ter atrasado a Cruz da Morte, conforme análise divulgada pelo canal Rekt Capital nesta quinta-feira (10).

No vídeo, o mesmo analista que previu o cruzamento para o dia 17 de junho refez sua estimativa. Agora, a cruz da morte está prevista para ocorrer no dia 23 de junho.

Valorização foi crucial para adiamento

O motivo do adiamento foi a desaceleração na queda da média móvel de 50 dias. Desde maio, a correção no BTC causou a queda acentuada da média, acelerando as chances de ocorrer uma Cruz da Morte.

Contudo, uma série de notícias positivas, desde a aprovação da Ley Bitcoin em El Salvador até nova compra de BTC pela MicroStrategy, mudaram o cenário. Desde então, o BTC se recuperou com uma valorização foi de 17% apenas nas últimas 48 horas.

Ter um país aceitando BTC como moeda legal no meio da queda foi um “evento histórico”, afirmou Rekt. Como resultado gráfico, a média móvel de 50 dias reduziu a intensidade de sua queda.

O desvio para cima foi quase insignificante, mas o trader classificou a mudança de trajetória como “crucial”. Graças a ela, a estimativa de ocorrência da Cruz da Morte foi postergada para o dia 21 de junho. Porém, Rekt afirmou que o cruzamento pode ocorrer até depois, em 23 de junho.

Portanto, o BTC tem pelo menos mais quatro dias, contando da previsão inicial, antes da confirmação do evento. Na melhor das hipóteses, o prazo adicional pode chegar a seis dias.

bitcoin

Agora, o nível crucial é a região dos US$ 41.000. Se o BTC chegar até lá, ele transformaria as regiões de preços atuais em importantes suportes, o que pode levar a novos adiamentos na previsão da Cruz da Morte.

Cruz da Morte pode acabar?

Um adiamento da Cruz da Morte tende a ser uma notícia positiva para o mercado. Todavia, e se a temida cruz nem sequer acontecer?

De fato, existe uma possibilidade da Cruz da Morte não acontecer. Para isso, a média móvel de 50 dias precisa reverter o processo de queda e voltar a subir. O cruzamento com a média de 200 desaparecia das previsões, juntamente com as consequências devastadoras para o preço.

Entretanto, uma virada desse porte requer uma forte recuperação. Segundo Rekt, o preço do BTC precisa chegar até a região entre US$ 53.000 e US$ 62.000, ou seja, retomar aos patamares históricos de 2021.

Leia também: Índia muda de postura de Bitcoin pode virar classe de ativos no país

Leia também: Cardano ainda tem chances de chegar a US$ 5 nesse ciclo, diz trader

Leia também: FMI: relação de El Salvador com Bitcoin pode gerar problemas jurídicos e econômicos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba informação em primeira mão e sem SPAM.


© Como Ganhar Dinheiro. Todos os direitos reservados.